A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


31/12/2015 06:00

Promotor quer processar ex-assessor de político por calúnia e difamação

Waldemar Gonçalves

Promotor processando – Depois de ser anunciada sua permanência, ainda que temporária, na chefia do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), o promotor Marcos Alex Vera quer ir à Justiça contra um ex-assessor do vice-prefeito afastado do cargo de prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). Em documento levado à supervisão das promotorias criminais da Capital, acusa-o de calúnia e difamação.

Além da conta – Também no documento, Marcos Alex mostra postagens “que superam a mera expressão da opinião”, conforme o texto do promotor, feitas pelo jornalista Eliezer David no Facebook. Ainda segundo o chefe do Gaeco, os ataques contra ele começaram após a apresentação do relatório da Operação Coffee Break, em meados deste mês.

Postagens – Em síntese, as postagens do ex-assessor sugerem que o promotor é suspeito de ter usado indevidamente diárias pagas pelo MPE (Ministério Público Estadual) e possuir bens incompatíveis com seus rendimentos, estando até passível a perder o cargo. Marcos Alex, em sua denúncia, nega e contesta as acusações.

No Face – Foi no Facebook que Eliezer, inicialmente, comentou informações de que pode ser processado pelo promotor. Em texto onde inclui a redundante e, portanto, incorreta expressão “elo de ligação”, classifica como “muito estranho o vazamento dessa informação”.

Hostis – Diante de uma demanda excessiva de clientes e, em tese, às vésperas de perder seus empregos, funcionários do Maxxi e Walmart hostilizaram a reportagem do Campo Grande News na manhã de quarta-feira (30). Alegaram que as filas na porta dos mercados formaram-se devido à divulgação, no jornal, de promoções especiais por conta do fechamento das lojas.

Cobertura – Vale lembrar que as informações sobre a liquidação foram repassadas pela própria empresa, conforme tentou esclarecer a reportagem aos funcionários. Além disso, a cobertura jornalística sobre o fechamento das lojas noticiou, com amplo destaque, desde o anúncio do fechamento e da promoção especial, à grande procura na tarde de terça e manhã de quarta, ressaltando neste período um antecipado cerrar de portas e até auxílio policial diante da possibilidade de saques.

Desemprego – Números do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que em 2015 aumentou o desemprego no Brasil. A média dos três primeiros trimestres deste ano ficou em 8,4%, superando os mesmos períodos de 2014 (6,9%), 2013 (7,4%) e 2012 (7,5%).

Disparada – O dólar, por sua vez, viveu uma disparada de 137% nos últimos cinco anos. Em 30 de dezembro de 2010, a moeda valia R$ 1,666. Fechou a última sessão de 2015 valendo R$ 3,948, conforme noticiava o portal Uol no fim da tarde de quarta-feira.

Promessas – Dois tucanos aparecem com maiores índices de promessas cumpridas em pesquisa, com um petista na outra ponta da tabela. Detalhe: Reinaldo Azambuja esbanja o melhor percentual, de 30,4%, com Geraldo Alckmin em segundo, chegando a 27,9%. O pior é o piauiense Wellington Dias: 4%.

Lixo – O município de Aquidauana, portal do Pantanal e onde vivem 47 mil pessoas, está sem coleta regular de lixo há dois meses. Segundo consta, a empresa responsável pelo serviço tirou os dois caminhões coletores após meses sem receber. Caminhões basculantes estariam compensando o problema.

(Colaboraram Mariana Rodrigues, Michel Faustino e Flávio Paes)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


O governador Geraldo Alckmin é exemplo de político e gestor público. Administra com responsabilidade, competência e transparência. Em campanha não promete o impossível, nem esconde a realidade, como fez Dilma e o PT ao mentir sobre a situação econômica do país. Este é o jeito tucano de governar.
 
WelbiMaia em 03/01/2016 13:28:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions