ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 29º

Jogo Aberto

Protesto contra vereadores carolas

Por . | 11/07/2013 06:06

Amém - As entidades têm reclamado do número de cultos evangélicos na Câmara Municipal de Campo Grande e colocaram a critica como bandeira da Parada Gay, agora rebatizada "Parada da Cidadania", marcada para sexta-feira.

Para todos - Em defesa da bancada evangélica, os vereadores explicam que todos têm o direito de marcar atos religiosos na Câmara, quantos e quando quiserem. O problema é que só os evangélicos são “carolas” o suficiente.

Cachorro grande - O advogado José Luiz Oliveira Lima, famoso por defender José Dirceu, foi contratado pelo pecuarista Miguel Mateos Mateos como assistente de acusação no processo contra o grupo acusado de venda de sentença no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Em outra ação, ele alega prejuízo de R$ 1,2 milhão e pede anulação da sentença.

Coitado - O senador Ruben Figueiró (PSDB) anda chateado com “a ojeriza aos suplentes” no Senado. Como representante do grupo que só assumiu porque o titular deixou a cadeira vaga, acusa a mídia de atuar “na formação da opinião pública acerca da ineficiência dos suplentes”.

Desagravo - Depois de mais uma sessão de escutas telefônicas divulgadas pela TV Morena, o ex-diretor do Hospital Regional, Ronaldo Queiroz, acusou a emissora de veicular “diálogos obtidos de forma ilícita, editando diálogos com a clara intenção de prejudicar profissionais sérios e probos assim como seus familiares".

Na Justiça - Além de contestar a forma como as gravações foram parar nas mãos dos jornalistas, ele também levanta suspeita sobre os reais interesses na divulgação e avisa que "esta prática, cujo interesse permanece obscuro, será motivo de interpelação judicial no momento oportuno”.

Sem tato - Assessora da Prefeitura de Campo Grande tem sido critica como profissional da comunicação por conta da postura nas redes sociais. Ontem, começou o dia chamando o Correio de Estado de “jornalecozinho sem qualidade, mentiroso”.

Reforço - A OAB/MS indicou o presidente da Comissão dos Advogados Criminalistas, Luiz Carlos Saldanha Rodrigues Junior, e o conselheiro seccional, Danilo Gordin Freire, para acompanhar de perto os trabalhos da CPI da Saúde na Assembleia Legislativa.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário