A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


03/02/2015 06:00

PT chegou a temer protesto contra Dilma na Capital

Edivaldo Bitencourt

Protesto – A mobilização pelo Facebook contra o aumento de impostos teve a adesão de quase 5 mil pessoas, até ontem. O protesto vai acontecer hoje, a partir das 9h, durante visita da presidente Dilma Rousseff (PT) à Capital.

Temor – O protesto assustou o PT. Lideranças chegaram a recomendar à presidente que não viesse para participar da inauguração da Casa da Mulher Brasileira, segundo o deputado estadual Pedro Kemp (PT).

Rapidinho – A presença da presidente, a primeira viagem oficial no segundo mandato, vai encurtar a sessão da Assembleia Legislativa. O presidentede Júnior Mochi (PMDB) avisa que a sessão será aberta e fechada em seguida, para cumprir o protocolo.

Alívio – A presença de Dilma também deverá aliviar a situação do prefeito Gilmar Olarte (PP). Os vereadores devem prestigiar a petista e deixar o debate sobre a CPI para investigar a operação tapa-buracos para amanhã.

Gabinetes – Deputados estaduais travaram verdadeira guerra para ficar com o melhor gabinete no Palácio Guaicurus, sede do legislativo estadual. Após muita polêmica, os mais velhos tiveram a preferência na escolha das salas.

Indesejado – Estreante, a deputada estadual Antonieta Amorin (PMDB) ficou com um dos gabinetes mais rejeitados. O espaço estava com o deputado Márcio Fernandes (PTdoB) e fica sobre o restaurante.

Vespeiro – O MST denunciou abuso na desocupação da fazenda na usina de Quebra Coco e acabou sendo recebido pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Segundo o movimento, o tucano admitiu excessos na reintegração de posse e prometeu melhorar o diálogo com os sem-terra.

Líder – O deputado estadual Pedro Kemp foi escolhido para ser o líder do PT na Assembleia Legislativa. Com quatro deputados, ele pretende liderar a oposição ao governador Reinaldo Azambuja no legislativo estadual.

Disposto – Pela primeira vez, Kemp está disposto a colocar o nome para ser o candidato a prefeito de Campo Grande. Da ala católica e esquerda do PT, ele promete ser uma opção para a sucessão de Gilmar Olarte em 2016. No partido, estão no páreo o presidente da Cassems, Ricardo Ayache e os deputados federais Zeca do PT e Vander Loubet.

Inspeção – O fim da inspeção veicular ambiental em São Paulo diminui o ímpeto dos defensores da adoção da exigência em Campo Grande. Outros dois fatores deixam o projeto mais longe: a suspensão pela Justiça do contrato da prefeitura com a empresa Inspecionar e a inspeção de segurança adotada neste ano pelo Detran.

(colaboraram Angela Kempfer e Juliene Katayama)

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions