A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/08/2017 06:00

Puccinelli marca data para anunciar se vai ser candidato

Marta Ferreira

Dia D – O ex-governador André Puccinelli tem dia certo para dizer se pretende ou não disputar a eleição para o Governo do Estado em 2018. Ele vai contar 30 dias a partir de primeiro de novembro, quando deve assumir o comando do PMDB, como candidato de consenso. Ou seja, no dia primeiro de dezembro, as cartas serão postas à mesa.

Preferidos – Puccinelli também já definidos os seus votos para a disputa de dois cargos federais, o de senador e o de deputado federal. Sem grande novidade, a aposta é na reeleição de dois aliados antigos, Waldemir Moka e Carlos Marun.

Precisa mudar - Entres deputados do PSDB no Estado, o clima é por mudança no comando da legenda, depois da propaganda eleitoral que gerou controvérsias. A opinião comum é de que é necessária uma terceira via para gerar um consenso na direção nacional do partido. Entre os nomes cogitados está o do governador de Goiás, Marconi Perillo.

Planalto - Para Rinaldo Modesto, a chance de sucesso dos tucanos na disputa de 2018 é com o prefeito de São Paulo, João Doria, como candidato a presidente. 'Vem da iniciativa privada, com bagagem em gestão'.

Esperando - O deputado Coronel David diz que vai aguardar a votação da reforma política para decidir seu futuro. Ele avalia a troca do PSC pelo PEN, mesmo caminho do presidenciável Jair Bolsonaro.

“Almoço grátis" - O deputado Pedro Kemp ironizou ontem a situação da JBS em Mato Grosso do Sul. Disse que é fácil criar fortuna no Brasil, conseguindo incentivos fiscais de meio bilhão, não cumprindo investimentos e empregos que eram obrigados. 'A JBS fez isto aqui no Estado ludibriando os gestores daqui e do restante do País'.

Herança problemática - De novo, o discurso do prefeito Marquinhos Trad em uma solenidade pública girou em torno dos problemas e dificuldades que hoje o município enfrenta, que tiveram origens na tumultuada gestão Bernal-Olarte-Bernal. “Estes quatro anos foram o que atrasaram e dificultaram as coisas”.

Trilha sonora – Antes de prefeito chegar à unidade de saúde do bairro Alves Pereira, e após o discurso dele, a música ambiente era tocada ao vivo e a trilha escolhida foi de canto gospel. Uma banda a postos, com direito a teclado e violão, além do vocalista, cantava músicas, enquanto alguns pacientes procuravam atendimento.

Engarrafamento – O trânsito no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, foi o responsável pelo cancelamento da agenda entre Marquinhos Trad e o vice-presidente da Caixa Econômica, em Campo Grande nesta quinta-feira. Segundo o chefe do Executivo, o dirigente ligou avisando que perdeu o voo para a capital sul-mato-grossense, porque ficou preso no fluxo de veículos. Nova agenda será marcada para semana que vem.

No aguardo – Na reunião, seria assinado um acordo para formalização de parcerias públicos privada, as chamadas PPPs. Desde o começo do ano, o prefeito fala em fechar parcerias com a iniciativa privada para que ela finalize algumas obras e construções, como o Centro de Belas Artes, no bairro Cabreúva.

(Com Mayara Bueno e Leonardo Rocha)

Prepare-se para a semana de muito bate-boca na Assembleia
Bate-boca - O polêmico projeto "Escola sem Partido" deve começar a gerar embate entre os deputados nesta semana, quando o relator da matéria, Pedro K...
Sete meses após viagem polêmica, Dácio de volta
De volta -Depois de ser demitido da prefeitura de Campo Grande após uma polêmica viagem para o Rio de Janeiro, durante o Carnaval, em dia de expedien...
Durante agenda na Capital, Blairo "bloqueia"' pergunta
Nada a declarar – Durante evento no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, o ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi, recusou-se a respo...
Vice está perto do prefeito, diferente de antecessores
Outros tempos - A administração de Marquinhos Trad (PSD) está rompendo um padrão de décadas na relação entre o titular e o vice. Um exemplo disso é q...



Vai começar a graça desse ex-governadorzinho... Quanta frescura. É claro que ele vai querer ser candidato, afinal, o dinheiro roubado dos outros mandatos deve estar acabando né?
 
Mariana Carvalho em 25/08/2017 08:36:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions