A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/02/2017 06:00

Reforma do governo começa a sair do papel hoje

Priscilla Peres

Mudanças - A população conhece hoje, os detalhes da reforma administrativa que será realizada pelo governo do Estado. As mudanças em incentivos fiscais dados às empresas e a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) do controle de gastos também serão apresentados. Os projetos seguem para aprovação dos deputados estaduais amanhã.

Enxuto - Como a própria administração diz, a reforma vai ajudar a ajustar o tamanho do Estado. O que se sabe até agora é que 1 mil cargos comissionados devem ser cortados, três secretarias reduzidas (Habitação, Agricultura Familiar e Casa Civil) e órgãos de atendimento ao cidadão vão ser organizados em um único prédio, no interior. Os demais detalhes serão conhecidos hoje.

 

Decisão crucial - O governo vai ter que esperar mais de 20 dias para ter uma resposta da Petrobras sobre a redução na importação do gás natural boliviano. A mudança que derrubou a arrecadação estadual de ICMS, deve ser discutida em encontro no dia 10 de março. Até lá, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) tenta sensibilizar políticos aliados e até o presidente Michel Temer (PMDB) sobre a situação financeira do Estado.

 

Liderança - O PSDB deve ficar com o comando da principal comissão da Assembleia, com a eleição de Beto Pereira para CCJR (Justiça e Relação), onde começa a discussão dos projetos na Casa de Leis, que terá neste mês as duas reformas do governador Reinaldo Azambuja e o projeto de organização administrativa do legislativo.

 

Democráticos - Como combinado entre os deputados, nenhum integrantes da mesa diretora vai presidir comissões no legislativo e cada parlamentar só poderá comandar uma pasta. O PMDB deve continuar a frente da comissão do orçamento, com Renato Câmara (PMDB), e o PT na vice-presidência. "A intenção foi deixar a divisão mais democrática", disse Junior Mochi.

Jogo de empurra – O caso chocou, causou polêmica e parece que até os juízes não querem ser responsáveis pelo veredicto sobre a gravidade do crime e se os agressores merecem a cadeia ou não. Na quinta-feira (16), Marcelo Ivo de Oliveira, da 7ª Vara Criminal, declinou da competência de julgar os pedidos de prisão contra ThiagoGiovanni Demarco Sena, 20 anos, e Willian Henrique Larrea, 30, que usaram uma mangueira de alta pressão contra o adolescente Wesner Moreira da Silva, 17 anos, causando-lhe ferimentos que o levaram a morte. Para o magistrado, o caso deveria ser tratado em uma da varas de crimes dolosos contra a vida. No dia seguinte foi a vez de Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, empurrar a decisão para os desembargadores do TJMS (Tribunal de Justiça).

Relógio e régua - Fazer asfalto toma tempo. Vistoriar também. No sábado (18), as andanças do prefeito Marquinhos Trad (PSD) pelas ruas da cidade duraram mais de três horas e tomaram praticamente toda a manhã. “É que o asfalto novo tem que ter cinco centímetros. Antes tinha um ou dois”, comentou Trad, ao medir a espessura com os olhos.

Precavido – Geralmente de tênis, o prefeito caminha e conversa com quem passa, muitos por sinal. Ao entrar em uma creche para falar com a diretora, descobriu que era aniversário de um dos alunos. Na hora pediu ao colega que o acompanhava: “Vá até o carro e pegue uma bola que está no porta-malas”. Ao entregar o presente ao aniversariante, ganhou um bolo e algumas selfies com o menino Renan.

Quem quer dinheiro - Banco não abre fim de semana, mas nas agências da Caixa Econômica o sábado foi de plantão e movimento. Muitos que passavam pelo Centro resolveram entrar para saber se tinha FGTS para sacar. “Até gente que nunca teve sequer trabalho registrado”, comentou o superintendente regional. 

Liso - Político experiente de Dourados que voltou à ativa após vários anos de ostracismo é alvo de cobrança de advogado. Diz que o dito cujo perdeu ação de uso capião e tem que pagar os honorários. Só que está fugindo do credor igual diabo da cruz.

(Colaboraram Alberto Dias, Helio de Freitas, Leonardo Rocha e Anahi Zurutuza)

Senador critica "descaso" com Paraguai
Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de ...
Campanha tucana atrai 75% dos prefeitos
Apoio – Enquanto o MDB, antigo aliado histórico do PSDB, patinou para fechar sua candidatura do governo do Estado, os tucanos contabilizam adesões. N...
Dois anos após "febre", Uber perde motoristas
Debandada – Quase dois anos depois de chegar a Campo Grande, e depois de muita polêmica, a plataforma de transporte por aplicativo mais conhecida, a ...
Cristhiano Luna é o nosso Lula
Livre - Um dos crimes de maior repercussão em Campo Grande teve novo capítulo na semana passada. O STF concedeu liminar e soltou Cristhiano Luna, ass...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions