A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


05/12/2017 06:00

Reinaldo dá "conselho" ao Congresso

Marta Ferreira

Sigam o exemplo– O governador Reinaldo Azambuja, em agenda pública ontem, recomendou ao Congresso Nacional que tenha "juízo" e aprove as reformas importantes as finanças do País. Entre elas, citou a reforma da previdência, já feita em âmbito estadual.

Tem que fazer - Como tem dito nos últimos tempos, Reinaldo defendeu a adoção de medidas mesmo que impopulares, para a situação não piorar. "Precisam tomar estas decisões essenciais, que são questões políticas, mas devem ser encaradas de acordo com o aspecto técnico e econômico".

Ufa - Azambuja (PSDB) disse a representantes do setor comercial, que na sua concepção, apesar de todas as turbulências e queda de vendas durante a crise econômica, acredita que o "pior já passou". Para ele, a tendência é uma melhora na economia para os próximos anos.

Desde sempre – Reinaldo comentou que seu governo ainda não pegou tempos tranquilos. Lembrou que desde que assumiu o governo em janeiro de 2015, já teve que enfrentar cenário de recessão.

Trabalho conjunto – No mesmo local, o deputado Junior Mochi (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa, fez questão de citar a convalidação dos incentivos fiscais até 2033, como uma ação importante na economia do Estado. Também ponderou que o fundo estadual, no qual as empresas terão que depositar um percentual dos incentivos, foi muito bem planejado pela gestão atual.

Obrigado - Ao anunciar o cronograma de pagamento do 13° salário, o governador agradeceu aos deputados por terem votado e aprovado projetos importante do governo estadual, como o ajuste fiscal em 2015. "Muitos estados ainda não começam a discutir o tema, estão esperando o tempo passar, mas nós agimos na hora certa", afirmou.

Ideia revisitada – Não é a primeira vez que o projeto surge, mas agora a prefeitura diz que vai sair do papel a ideia de que a Cidade do Natal tenha atrações o ano todo.

"Velha 14" - A Prefeitura planeja novas decorações para o espaço. Uma das ideias é retratar ali, por exemplo, a 14 de Julho como era antigamente, nos tempos em que era a principal rua do comércio local.

Culpa dividida – Em agenda recente, o prefeito citou seu antecessor Alcides Bernal dizendo que não o culpa pela herança de problemas que recebeu. E sim todos aqueles que contribuíram para que houvesse 5 prefeitos na Capital em 4 anos”.

Reflexos – Marquinhos citou ainda o afastamento de “boa parte da Câmara Municipal denunciada pelo Ministério Público e os gestores que foram afastados e com tornozeleiras, caso de Gilmar Olarte. “Esse contratempo trouxe consequências e nós estamos sendo o escudo delas", definiu.

#FicaTemer: governo vai deixar saudades, avalia Marun
#FicaTemer – A hastag bombou nas redes sociais impulsionada por eleitores que fazem oposição ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e o ministro ...
O ato falho de Odilon ao anunciar apoio
Tropeço – No ato em que recebeu apoio do MDB na disputa pelo governo estadual, Odilon de Oliveira (PDT) também aproveitou para declarar seu apoio a J...
Deputada não reeleita critica regras
Justificativa - A deputada Mara Caseiro (PSDB) comentou ontem na Assembleia Legislativa que não se elegeu pelas regras da legenda, já que sua votação...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions