A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/03/2014 06:00

Saúde quer meta que nem particular cumpre para posto

Edivaldo Bitencourt

Justificativa – A deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB) justificou a proposta de dar desconto de 50% para ex-gordinhos em restaurantes. Ela disse que o benefício já é concedido a quem fez cirurgia bariátrica em outros locais, como Campinas (SP) e Vila Velha (ES).

Pizzaria – Segundo a deputada, uma pizzaria até já implantou o desconto de 50% em Dourados. Como os ex-gordinhos comem menos, eles passaram a ter direito a pagar apenas metade do valor de um rodízio. O projeto da deputada foi arquivado na Comissão de Constituição e Justiça.

Confusão – A coletiva do prefeito Gilmar Olarte (PP) foi marcada pelo atropelo e apuros. Inicialmente seria às 10h, depois às 8h30 e, por fim, começaria às 8h. O local também mudou do gabinete da Esplanada Ferroviária para o Grand Park Hotel.

Perdido – A mudança foi tanta que o vereador Edson Shimabukuro (PTB) se perdeu e foi até a Esplanada para acompanhar a coletivo. Essa foi a justificativa apresentada pelo petebista para chegar atrasado à coletiva no hotel.

Em baixa – Com a nova administração de Campo Grande, o Facebook deixar de ser “o jornal oficial” do município. O prefeito Gilmar Olarte (PP) anunciou ontem que vai usar os meios de comunicação para se comunicar com a população. E prometeu tratar todo mundo em condições de igualdade.

Calado – Cassado pela Câmara Municipal, Alcides Bernal (PP) adorava comunicar agenda e feitos pela mídia social. Ontem, após ser acusado de causar prejuízos e até de ser incompetente pelo sucessor, ele preferiu o silêncio. Nem no Facebook se manifestou sobre as acusações.

Calma – Durante visita à UPA do bairro Coronel Antonino, o prefeito Gilmar Olarte não perdeu a calma ao ouvir as queixas dos usuários. Ao escutar um usuário exaltado, ele disse que para o homem manter a calma e falar baixo. “É uma herança”, justificou, sobre a demora no atendimento na unidade de saúde.

Jamal – O secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, fez uma promessa difícil de ser cumprida. Ele disse que a meta é marcar a consulta em até sete dias. Uma usuária incrédula reagiu. “Nem no plano de saúde particular a gente consegue fazer isso”, disse. A platéia caiu na gargalhada.

Promessas – A campanha eleitoral já está na rua. O senador Delcídio do Amaral, pré-candidato a governador pelo PT, adiantou que pode acabar com o Fundersul, fundo instituído pelo seu partido em 1999. Ele fez a promessa durante encontro com produtores rurais na Acrissul.

Bate de pronto – O governador André Puccinelli (PMDB) defendeu a manutenção do Fundersul. Ele não deixou a promessa sem resposta. Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal considerou constitucional a lei que instituiu mudanças no fundo em 2007.

(colaboraram Kleber Clajus, Lidiane Kober e Zana Zaidan)

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions