A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


15/03/2014 07:00

Show causa discórdia entre sindicalistas

Edivaldo Bitencourt

Polêmica – O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Roberto Botarelli, está obrigando os sindicatos filiados a arrumar ônibus e gente para o show de amanhã de Almir Sater. O objetivo é mostrar prestígio e lotar, sob coação, o evento de amanhã, em comemoração aos 35 anos, no Parque das Nações Indígenas, na Capital. A federeção gastou, no mínimo R$ 60 mil.

Candidato – Os sindicalistas estão revoltados com a postura do presidente da Fetems. Ele é pré-candidato do PT nas eleições deste ano. Vem pleiteando o cargo de vice na chapa de governador de Delcídio do Amaral (PT). Se não conseguir na majoritária, pode disputar uma vaga na Assembleia Legislativa.

Polêmica 2 – O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Dourados aprovou nota de repúdio contra o show, que estaria sendo realizado em parceria com o Governo do Estado. Para a entidade, o show é mais um afago no patrão que não revela a fama de guerreira da entidade, que promoveu grandes mobilizações ao longo da sua história.

Em peso – A posse dos novos secretários de Gilmar Olarte foi prestigiada pela maioria dos secretários do ex-prefeito Nelson Trad Filho. A fila era puxada pela ex-primeira-dama Maria Antonieta Amorin.

DNA – A presença de ex-secretários de Nelson Trad Filho e André Puccinelli no primeiro esclão da atual gestão não deve comprometer eventual aliança entre Gilmar Olarte e o PT. Mal tomou posse, o novo prefeito já é cortejado pelos pré-candidatos a governador, Nelsinho Trad e Delcídio do Amaral.

PT – Mal desembarcou da gestão do prefeito cassado Alcides Bernal, o PT já prepara uma conversa para acertar os pontos com o novo chefe do Executivo. Os petistas até já integram o primeiro escalão com a manutenção de Semy Ferraz na poderosíssima Secretaria de Obras.

Aliás – Semy Ferraz disse que continua no cargo com o aval de importantes lideranças do PT, incluindo-se o senador Delcídio do Amaral. No entanto, ao desembarcar no Aeroporto da Capital, dois dias após a cassação do seu aliado, o petista disse que não tinha conversado com Semy sobre a permanência no cargo.

TerçaGilmar Olarte tem pressa em começar a trabalhar e deve concluir a nomeação dos novos secretários no início da próxima semana. Ele ainda tem oito nomes para definir no primeiro escalão.

Três horas – Para manter o ritmo e dialogo com todos os partidos, o prefeito revelou que só dormiu três horas na primeira noite como prefeito. Ele encurtou a noite com o objetivo agilizar as nomeações e por a nova equipe em ação.

Coincidência – O novo ouvidor geral do município, Eduardo Haddad Filho, negou veementemente qualquer relação com a empresa Haddad Engenheiros, que tenta despejar os vereadores. O sobrenome não passa de coincidência.

(colaboraram Angela Kempfer, Zana Zaidan e Lidiane Kober)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


REMEMORANDO - ( Isso esta cheirando a armação, o que um presidente da FETEMS - Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul, tem a ver com briga de fazendeiros com índios por causa de terras? qual o interesse dele nesta questão? e depois, que pistoleiro vai ligar para sua pretensa vitima para ameaça-la? só se for bem burro pra chamar a atenção da policia para sua pessoa e suas intenções, (O professor Roberto Botareli representa atualmente mais de 25 mil, portanto, a ameaça a ele é a todos nós”) É uma boa quantidade de votos.... e quem sabe 2014? a deixa pra lá.) - Postei este comentário a época deste acontecimento, premonição? não, apenas muitos ano de "janela". .
 
Antonio Mazeica em 15/03/2014 10:25:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions