A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/01/2014 06:00

Som falha e autoridades "cantam" o hino de MS

Edivaldo Bitencourt

Teste - No retorno das férias, o governador André Puccinelli (PMDB) fez um teste com os deputados estaduais, prefeitos e secretários. Durante evento na Agência de Desenvolvimento Agrário, o som não funcionou direito e todos foram obrigados a cantar o Hino de Mato Grosso do Sul. “É bom para treinar, temos que aprender o hino do melhor estado da federação”, entusiasmou-se.

Sem som – Aliás, a falha durante a entrega das máquinas deixou as autoridades, literalmente, sem graça durante evento na Agraer. Durante a execução do hino de Mato Grosso do Sul, o operador de som tocou a música “A Capela”.

Férias - André ainda revelou que não aguentou esperar o fim das férias. Na semana passada, ele já passou nas secretarias e quis saber informações das obras e projetos. "Não me contive, liguei para muitos secretários, enchi a paciência de todo mundo", admitiu.

Comando - O senador Waldemir Moka (PMDB) não deixou de elogiar o trabalho e dedicação de André ao desenvolvimento do Estado. Ele definiu duas características como essenciais. "Ele coloca sua inteligência a disposição do Estado, além do fato de quem chegar aqui saberá que estamos em lugar que tem um comandante, aqui tem comando", frisou.

Cantiga - Moka novamente não quis se alongar sobre a possibilidade de assumir o Ministério da Agricultura, mas fez questão de dizer que sempre o seu nome é lembrado. Sobre esta possibilidade apenas citou: "Começo de cantiga é assovio", sem dar espaço para o azar.

Miss simpatia - André fez questão de elogiar a secretária de Municipal de Desenvolvimento, Dharleng Campos, que foi no lugar do prefeito Alcides Bernal (PP) receber um conjunto de maquinários do governo estadual. "Muito mais simpática e bonita que o atual prefeito", elogiou.

Reclama - O prefeito Alcides Bernal (PP) se queixa de que precisa de ajuda para administrar Campo Grande, mas quando recebe auxílio, não dá importância. Em entrega de maquinário ontem, o progressista sequer apareceu para prestigiar o evento.

PSD – O presidente regional do PSD, empresário Antônio João Hugo Rodrigues, retomou o fôlego de dar posse aos novos dirigentes e filiações do partido no Estado. O apoio do PSD vem sendo cobiçado pelos dois pré-candidatos a governador, Nelsinho Trad (PMDB) e Delcídio do Amaral (PT).

Ousadia – Os pichadores não se intimidam com nada em Campo Grande. Além de escalarem prédios de até 10 andares, eles sujaram até o Teatro do Paço Municipal, onde há vigilância da Guarda Municipal por 24 horas.

Ação Social – O prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), vem apostando nas ações assistencialistas nos últimos dias. Enquanto as obras não saem do papel, ele aposta em ações nas áreas de saúde e de assistência em parques e assentamentos.

(colaboraram Marcos Ermínio e Leonardo Rocha)

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


Tem que colocar guardas q fiquem acordados
 
ROMILDO RODRIGUES em 28/01/2014 10:17:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions