A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Julho de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/06/2018 06:00

Substituições no time do governo

Ângela Kempfer, Leonardo Rocha e Humberto Marques

Baixa - Felipe Matos, que era assessor jurídico e secretário especial no gabinete do governador Reinaldo Azambuja, foi exonerado do cargo nesta segunda-feira (25). Ele informou que deixou o governo para contribuir na campanha eleitoral, onde fará parte da equipe de trabalho em busca da reeleição de Azambuja.

Nova função - O ex-assessor disse que ainda não sabe qual será sua função na campanha, que em breve vai contar com o secretário estadual de Administração, Carlos Alberto Assis, que também já anunciou que deixará o governo para coordenar a campanha tucana em Campo Grande. Matos era responsável por “fechar” os projetos que o governo enviava para Assembleia Legislativa.

Substituta - No seu lugar assume a procuradora-chefe da Coordenadoria Jurídica, Ana Carolina Ali Garcia, que agora vai exercer também a função de consultora legislativa dentro do governo. Matos estava na função desde o começo da gestão de Azambuja.

Ordem - O ex-prefeito de Dourados e atual presidente regional do DEM, Murilo Zauith, garante que vai pensar primeiro na eleição dos deputados do partido, para depois definir se a legenda terá candidato ao governo ou Senado. “Não adianta decidir lá em cima, sem pensar na proporcional, como eles vão ficar nas coligações”.

Rumo ao altar? – Já o presidente do MDB-MS e nome do partido para a disputa pelo governo espera um “sim” dos democratas. Segundo André Puccinelli, dirigentes do partido anunciam nesta semana que caminho tomarão. “Acho que o casamento está bem encaminhado”, afirmou ontem. Em tempo: lideranças do DEM também defendem a alança com o PSDB de Reinaldo Azambuja

Os girassóis - Para o desespero do caseiro que cuida da fazenda dos girassóis em Campo Grande, até campanha publicitária de picolés agora tem o lugar como cenário. O funcionário da propriedade já andou ameaçando o fim da plantação, mas depois o dono do lugar garantiu que os girassóis continuam.

Espião - A Justiça proibiu que empresa gringa de materiais de construção, instalada em Campo Grande, continuasse mandando funcionário bisbilhotar o concorrente para anotar valores e baixar os preços depois disso. Considerou concorrência desleal. Se a “consultoria” permanecer, a multa diária é de R$ 10 mil.

Anônimos - Depois de falsa bomba do Greenpeace, a Comissão Especial presidida pela sul-mato-grossense Tereza Cristina, que analisa o projeto que flexibiliza a fiscalização de agrotóxicos no País, decidiu restringir o acesso de pessoas à reunião. O problema é que agora o evento deve perder celebridades. Na última discussão, até a apresentadora Bela Gil apareceu por lá.

Nos states – Três magistrados de Mato Grosso do Sul embarcaram para os Estados Unidos onde participam de evento que discute a atividade do juiz nas democracias ao redor do mundo. Denize Dodero de Barros, Eduardo Eugênio Siravegna Jr. e Luiz Felipe Medeiros Vieira estão na American University Washington College of Law, em Washington.

Marquinhos e o pedido a vereadores candidatos
Por favor – Além de conversar com os vereadores sobre um novo decreto regulamentando o transporte por aplicativo em Campo Grande, o prefeito Marquinh...
Um novo roteiro para Delcídio do Amaral
Plot twist – Há quem veja nos meios políticos do Estado que Delcídio do Amaral, de persona non grata, chega ao processo eleitoral deste ano como trun...
Conversa de padaria esquenta pré-campanha
Café movimentado – A proximidade da campanha eleitoral tem transformado a "Pão e Tal", no Jardim dos Estados, em Campo Grande, em ponto de encontro d...
Absolvição levou Delcídio para o DF às pressas
Corisco – Delcídio do Amaral (PTC) estava em uma fazenda em Terenos –a 25 km da Capital– quando, na quinta-feira (12), saiu a sentença que o inocento...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions