A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/11/2011 07:00

Terra de oportunidades

Jogo Aberto

Mais investimentos

Mato Grosso do Sul segue na crista dos investimentos privados, mostrando vigor na indústria, no comércio e no setor de serviços. Casas Bahia e Ponto Frio vão abrir mais lojas no Estado. Na mesma trilha, estão a Doce D'ocê, Multicasa e a LDC-SEV.

Gargalo

Quando o assunto é investimento, vem à tona o problema de logística. Pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) mostra que escoar a produção até os portos de Santos e Paranaguá a partir das regiões produtoras de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul chega a custar quatro vezes mais que nos Estados Unidos.

Trampolim

A ex-vereadora Tereza Name (PSD) será candidata a um cadeira na Câmara nas eleições de 2012. Bem votada, a ex-vereadora não disputou a reeleição e se manteve afastada da política. A volta de Tereza poderia ser considerada normal, como vários outros que devem retornar à Casa.

Mas, nos bastidores, a informação é de que ela quer se fortalecer e chegar à Assembleia Legislativa, herdando os votos do irmão Jerson Domingos, que prepara-se para assumir vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado.

Esforço concentrado

A bancada federal de MS definiu ontem as primeiras emendas ao Orçamento da União de 2012. A bancada concentrou as emendas para projetos nas áreas de infraestrutura urbana, esportes e turismo, rodovias estaduais e federais e mobilidade urbana. A principal briga até 20 de dezembro, no entanto, será para liberar o pagamento de emendas de 2009 e 2010 ainda retidas nos ministérios.

Aliança suprapartidária

A estratégia adotada pelos parlamentares da bancada federal de Mato Grosso do Sul é uma prática comum no Congresso - a aliança entre parlamentares na disputa de uma fatia no orçamento.

Os senadores Delcídio do Amaral (P-MS) e Antonio Russo (PR-MS), se uniram ao deputado Antonio Biffi (PT-MS) para compartilhar emenda que prevê recursos para a MS-040.

Força política

Se depender do fato de Mato Grosso do Sul ganhar força política com ascensão dos parlamentares do Estado, a bancada deve emplacar emendas importantes.

O senador Delcídio do Amaral (PT-MS), que já conduziu CPIs, preside a poderosa CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) no Senado, que tem na mesa o senador Waldemir Moka (PMDB-MS). O deputado Fábio Trad (PMDB-MS) presidente a importante Comissão Especial do CPC e o deputado Geraldo Resende (PMDB-MS) é suplente da Mesa diretora da Câmara. Já o deputado Edson Giroto (PMDB-MS) é membro titular da Comissão Mista de Orçamento.

Demanda social

O secretário de Habitação, Carlos Marun, anunciou ontem aos prefeitos de Glória de Dourados, Arceno Athas Júnior, e de Jateí Arilson Nascimento, que vai propor projetos junto ao Ministério das Cidades para viabilizar recursos do Programa Minha Casa Minha Vida Sub 50, que visa atender aos municípios com menos de 50 mil habitantes, faixa em que as duas cidades se enquadram. Em Jateí, por exemplo, a demanda por moradia é maior na zona rural. O prefeito quer construir 30 casas à população rural e 20 na área urbana.

Assentamentos

No vácuo da política habitacional que está mais vigorosa no governo Dilma, o senador Delcídio do Amaral vai encampar pedido da Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura) de investimento de R$ 44 milhões para construção, reforma e ampliação de 5 mil casas em 48

assentamentos no Estado.

Por tabela

Empresário da dupla Maria Cecília e Rodolfo soube da substituição por meio de um telefonema de repórter que queria informações sobre o rompimento.

Zona franca

A Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) vai auxiliar a Prefeitura de Bataguassu na captação de empresas exportadoras para a implantação da ZPE (Zona de Processamento de Exportação) no município.

A colaboração foi discutida ontem na Casa da Indústria entre o diretor-corporativo da Fiems, Jaime Verruck, e o prefeito de Bataguassu, João Carlos Aquino Lemes.

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


As Casas Bahia possui mais de 500 lojas em dez Estados da Federação (SP, RJ, MG, PR, ES, SC, GO, MS, MT e BA) veja o site: http://site.casasbahia.com.br/lojas.do.

De acordo com o questionamento do leitor: Marcos Alves dos Santos o interesse das Casas Bahia é de buscar lojas nas grandes capitais onde atualmente não tem seu campo de atuação, região norte e nordeste.
 
Reginaldo Gonçalves em 25/11/2011 12:12:38
Caro colunista, por acaso saberia informar em quais cidades a rede Casas Bahia estaria se instalando, grato.
 
marcos alves dos santos em 24/11/2011 07:41:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions