ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

Tudo pronto para 6 meses de licença às mães da Alems

Por Maristela Brunetto e Caroline Maldonado | 10/07/2024 06:00
Licença passara de 4 para 6 meses para servidoras da Assembleia. (Foto: Arquivo/Campo Grande News.
Licença passara de 4 para 6 meses para servidoras da Assembleia. (Foto: Arquivo/Campo Grande News.

Mudanças pela frente - Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul apresentou o Projeto de Lei para atualizar o Estatuto dos Servidores Públicos do Poder Legislativo. A proposta muda concursos públicos, equipara encargos entre servidores efetivos e comissionados, e amplia direitos das servidoras gestantes.

6 meses de licença - A revisão ocorre após 12 anos das leis que instituíram o plano de cargos e o estatuto dos servidores, elaborada por uma comissão de servidores, incluindo representantes do Sindicato dos Servidores da Assembleia. Uma das conquistas é para a mulherada e a licença-maternidade será ampliada de 120 para 180 dias, ou seja, de 4 para 6 meses.

Concurso - Entre as principais mudanças estão exames psicotécnico, toxicológico e teste de aptidão física para o cargo de Técnico Legislativo na especialidade Polícia Legislativa. Também é prevista equiparação gradual dos percentuais entre servidores efetivos e comissionados. A ideia é votar o projeto antes do recesso parlamentar, que começa no dia 17 de julho.

Defesa de quem cuida - As protetoras do Instituto Guarda Animal, acusadas de maus-tratos, contra mais de 200 cães no Bairro Chácara dos Poderes, foram defendidas pelo vereador André Luiz Soares, o "Prof. André" (PRD), que as conhece "há mais de uma década", garantiu.

Mentalmente - Ele lembrou que falta ação do poder público para cumprir o que o Ministério Público já orientou: a instituição de um centro de acolhimento animal. "A omissão da prefeitura acaba fazendo com que as protetoras fiquem sobrecarregadas", alega. Ele pontuou ainda o abalo na saúde mental das protetoras, que fazem esse trabalho que deveria ser do poder público.

Verdinha - Como a polêmica da maconha sempre rende holofotes, o deputado estadual Lídio Lopes (sem partido) é mais um a pegar carona. Mas ele foi bem longe, de volta ao passado. Apresentou projeto de lie para proibir e multar o consumo de maconha em espaços públicos como residências, caixas eletrônicos, presídios e até locais que já não existe na modernidade: cabines telefônicas.

Correio elegante - A Festa Julina do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian teve Correio Elegante do Bem. Acostumados a escutar reclamações, os funcionários foram os destinatários da mensagem. A ideia foi do Grupo Rir é Melhor Remédio, da UFMS.

Rir pra não chorar - Vestidos a caráter para a festa julina, eles decoraram uma mesinha com cestinhas e com 400 cartões, que acabaram rapidinho. Os membros do grupo entregaram os bilhetes acompanhados de balinhas, mas não só para colegas de trabalho. Os pacientes internados também entraram na brincadeira.

Direito do consumidor - O Ministério Público Estadual decidiu criar um Núcleo do Direito do Consumidor, para articular e dar suporte aos promotores que atuam na área. O Nudecon deverá unificar dados e formas de ação, dar apoio técnico e jurídico. Para coordenar o serviço, foi designado o promotor de Justiça Luiz Eduardo Lemos de Almeida, veterano nessa área de atuação, responsável pela Promotoria da Capital.

De gases ao sexo - Saiu a lista dos 10 medicamentos genéricos mais vendidos no Brasil e, segundo a pesquisa, a popularidade continua a crescer. Na relação tem desde remédio contra gases, até para disfunção erétil. Veja o ranking:

  1. Losartana - Usado para tratar hipertensão.
  2. Dipirona sódica - Analgésico e antitérmico.
  3. Hidroclorotiazida - Diurético para controle da pressão arterial.
  4. Nimesulida - Anti-inflamatório e analgésico.
  5. Enalapril - Tratamento para hipertensão e insuficiência cardíaca.
  6. Sildenafila - Utilizado para disfunção erétil.
  7. Atenolol - Beta-bloqueador para hipertensão e angina.
  8. Simeticona - Alívio de gases intestinais.
  9. Tadalafila - Tratamento para disfunção erétil e hiperplasia prostática benigna.
  10. Sinvastatina - Redutor de colesterol.
Nos siga no Google Notícias