A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


21/10/2015 06:00

Vereador erra grupo no Whats e manda foto de mulher nua

Edivaldo Bitencourt

Simpatia – A situação de Campo Grande tem assustado autoridades. Em um dos órgãos do Poder Judiciário, funcionário com cargo de confiança surpreendeu os colegas ao espalhar sal grosso na sala. E ainda justificou que é para espantar os maus espíritos que pairam sobre a cidade.

Pelada – Um vereador surpreendeu grupo de WhatsApp ao enviar a foto de uma modelo nua. Sem graça, o parlamentar admitiu o erro, pediu desculpas e vazou, literalmente. No entanto, após apelo dos amigos, ele retornou ao grupo.

Gostosa – A fotografia da mulher pelada coincidiu com a divulgação de que a polícia investiga o golpe da gostosa. Uma golpista estaria se passando por médica e até envolvido políticos. O número de vítimas ainda não foi divulgado.

Fôlego – A decisão do Tribunal de Justiça, de adiar o julgamento do recurso da Câmara Municipal, deu mais fôlego para o prefeito Alcides Bernal (PP) e também para os seus adversários. Os desembargadores podem afastar o progressista do cargo no dia 3 de novembro, dia seguinte do Dia de Finados.

Rede – O partido da ex-senadora Marina Silva recebeu o primeiro reforço em Mato Grosso do Sul. O vereador Eduardo Romero, que já fez companhia a ela no PV, trocou o PTdoB pelo Rede. Ele é o primeiro vereador da Capital a integrar a sigla.

Frio – Faltando um ano para as eleições, a abertura da janela em março esfriou as articulações para definir os partidos que vão disputar a sucessão de Bernal. O PT e PMDB continuam sem saber quem vão lançar para disputar a prefeitura da Capital em 2016.

Dia – O vereador Mario Cesar Oliveira da Fonseca (PMDB) tem esperança de voltar ao cargo nesta quarta-feira. O Tribunal de Justiça vai julgar o recurso contra a decisão do desembargador Luiz Cláudio Bonassini da Silva, que o afastou do cargo de presidente e da Câmara Municipal.

Pizza – A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) não deve enfrentar, a princípio, processo por ter feito acusações contra os vereadores e ex-aliados. Bombardeada por críticas, a parlamentar não deve enfrentar processo por quebra de decoro e correr risco de perder o mandato.

Abandonado – O caos aumenta a cada dia em Campo Grande. O pior de tudo é que não há ação de órgão público nenhum para acabar com a situação. Ministério Público, Defensoria e Bernal estão ignorando, até o momento, a paralisação da coleta do lixo pela Solurb.

Tensão – Policiais federais e militares já estão em Antônio João para iniciar a desocupação das fazendas. O clima é tenso. O Governo trabalha com cuidado para evitar nova tragédia, como ocorreu em 2013 em Sidrolândia, quando a desocupação terminou na morte de um indígena.

(colaborou Ricardo Campos Jr.)

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions