A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/02/2015 06:00

Vereadores querem criar "bolsa clube" com até R$ 400 mil

Edivaldo Bitencourt

Ato secreto – O diretório municipal do PT promoveu, na terça-feira (10), um ato para coletar assinatura em favor da reforma política na Praça Ary Coelho, no Centro de Campo Grande. No entanto, o evento ocorreu na maior “clandestinidade” e sem qualquer divulgação nos meios de comunicação.

Quase - Na defensiva por causa dos escândalos da Petrobras e do arrocho adotado pela presidente Dilma Rousseff (PT), o aniversário de 35 anos do Partido dos Trabalhadores vem passando em branco em Mato Grosso do Sul. Por enquanto, o clima é mais de velório do que de festa.

Empréstimo – A OAB/MS vai tentar um empréstimo de R$ 6 milhões para construir o auditório em Campo Grande. O pedido foi aprovado sob protesto da oposição. A entidade espera arrecadar R$ 500 mil por ano com o novo empreendimento.

Na ativa – Não demorou dois meses o descanso do ex-governador André Puccinelli (PMDB). Ontem, ele manteve o silêncio, mas manteve uma intensa agenda política em Brasília. O roteiro incluiu reuniões com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e o vice-presidente da República, Michel Temer.

Eleições – Puccinelli começou a se mexer de olho na reestruturação do PMDB visando as eleições municipais de 2016. O partido sonha em reconquistar a Capital, que perdeu após ficar no comando por duas décadas.

Dia de Brasília – A Capital federal recebeu a visita de vários políticos ontem. O ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, o ex-deputado federal Fábio Trad e o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, desembarcaram, ontem, no Distrito Federal.

Mais – Os donos de postos de combustíveis ainda não encerraram a alta nos preços em Campo Grande. Agora, eles vão repassar ao consumidor o aumento de R$ 0,15 no litro do óleo diesel, que terá a pauta reajustada para efeito de cálculo do ICMS.

Clubes – Os vereadores querem aprovar um projeto de lei que destina de R$ 180 mil a R$ 400 mil aos clubes de futebol do Estado. A farra com o dinheiro público pode garantir até R$ 5,6 milhões por ano, incluindo-se os clubes do interior do Estado.

Chapéu alheio – A proposta de ajudar os clubes consta de projeto de lei do vereador Otávio Trad (PTdoB), que teve o aval de Alceu Bueno, Herculano Borges e Coringa. O socorro visa suprir a falta de público no Campeonato Estadual de Futebol.

Fraca – A oposição ao prefeito Gilmar Olarte (PP) mostrou que perdeu força na Câmara Municipal. Nesta quarta-feira, a base aliada rejeitou quatro requerimentos sobre a operação tapa-buracos na Capital.

(colaboraram Juliene Katayama e Kleber Clajus)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions