ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 15º

Arquitetura

Com arquiteto na loja e maior setor de ferramentas, Leroy Merlin abre em outubro

Por Paula Maciulevicius | 03/07/2015 06:45
No total serão 8,2 mil metros de área de venda na loja na saída para São Paulo. (Foto: Fernando Antunes)
No total serão 8,2 mil metros de área de venda na loja na saída para São Paulo. (Foto: Fernando Antunes)

Depois de dois anos do anúncio da vinda e cinco meses de construção, a filial da Leroy Merlin em Campo Grande já está com prédio pronto e na fase de receber equipamentos e a estrutura interna que dará lugar às mercadorias. Na Avenida Cônsul Assaf Trad, saída para Cuiabá, o letreiro já anuncia de longe a loja de decoração e material de construção que prevê abrir as portas para o público no dia 20 de outubro.

Para a Capital, a loja vem com 50 mil itens no estoque e mais 30 mil que podem ser encomendados. O diferencial, segundo o diretor geral Henri Hilgert, está nas ferramentas. "Campo Grande terá o maior setor de ferramentas profissionais e hobbistas entre todas do Brasil. Terá totem digital para ajudar o cliente a se orientar, uma entrada especial que ameniza os efeitos da oscilação de temperatura entre o ambiente externo e interno, áreas de experimentação de ferramentas, cafeteria e locais para descanso", descreve.

A escolha por trazer a Campo Grande o maior setor veio de pesquisas em cima da preferência da região. Identificamos que o campo-grandense assim como o sul-mato-grossense são bricoleiros ou seja, gostam do faça você mesmo, um hábito que vem crescendo muito no Brasil", explica Henri.

Decoração - No total serão 8,2 mil metros de área de venda e 3,2 mil de logística, aos amantes da arquitetura e decoração, são 8 mil itens diferentes no departamento que incluem, segundo o diretor geral, mais de 200 tipos de pisos laminados, quadros, tapetes e também a maior loja de papel de parede, com mais de 600 opções. 

Na parte de iluminação, serão 5 mil itens entre abajur, lustres, e lâmpadas para ambientes externos e internos. A loja também promete colocar arquitetos e especialistas em luminotecnia para auxiliar os clientes. "Eles podem ajudar na escolha, além do espaço projeto, onde um consultor irá oferecer serviços gratuitos de paginação e decoração", afirma o diretor. 

A loja francesa tem 33 filiais no Brasil divididas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiânia, Ceará, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal. 

Considerada "multiespecialista", a loja oferece desde material de construção à cozinhas planejadas, pintura, ferragens, ar condicionado, além de cursos e serviços gratuitos ao público de corte de madeira e molduras.