A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Junho de 2017

17/06/2017 08:24

Em apenas 13 m², spa e área de descanso salvam ambiente esquecido

Antes, o espaço era ocupado por uma piscina de fibra quase nunca utilizada

Eduardo Fregatto
A nova área de descanso durante o período noturno. (Fotos: Acervo Pessoal)A nova área de descanso durante o período noturno. (Fotos: Acervo Pessoal)

Se engana quem pensa que é necessário muito espaço e grandes áreas para criar um ambiente de bonito e funcional. A foto acima é de um projeto que salvou um ambiente antes inutilizado na casa de uma família de Campo Grande.

A arquiteta Sílvia Bochnia conta que a cliente pediu um spa e uma área de descanso. Antes, o local era ocupado por uma piscina de fibra, que além de pouco utilizada, ainda gerava muitos gastos de manutenção.

"Piscina precisa estar sempre cheia, a água sempre limpa, acaba dando várias despesas", aponta a arquiteta. Com a ideia do spa, veio também a economia. "A banheira [do spa] pode ser tão cara quando a piscina, mas não tem tantos custos de manutenção. É só esvaziar e colocar uma capa protetora", ressalta.

O spa custou R$ 5 mil, fora os custos de instalação e mão de obra. É uma banheira simples, para duas pessoas. "O valor vai depender do tipo de spa. É como um carro, quanto mais itens adicionais, fica mais caro", diz Sílvia.

A área antes da reforma, com a piscina de fibra.A área antes da reforma, com a piscina de fibra.
Após a revitalização, com spa e espaço para descanso.Após a revitalização, com spa e espaço para descanso.

Todo o revestimento entorno do spa e do banco foi feito com porcelanato que imita a madeira. A ideia foi escolher um material que seca mais rápido, para evitar superfíceis molhadas por muito tempo.

Para dar um toque especial e integrar a natureza ao ambiente, a arquiteta criou um jardim vertical com madeira, que é uma boa abordagem para aproveitar espaços pequenos.

"Eram apenas 13 metros quadrados, mas deu para fazer uma área boa de descanso, com spa, jardim vertical, banco de alvenaria, área de sombra", destaca a arquiteta. "Antes parecia ainda mais pequeno, e depois vimos que tinha todo esse potencial".

O valor total do projeto custou cerca de R$ 25 mil, incluindo a revitalização da área da churrasqueira (ver na imagem abaixo), e salvou o espaço antes inútil da residência, além de valorizar o imóvel. "Virou um espaço realmente de convívio", finaliza a arquiteta, deixando a dica para quem quer dar novo uso a ambientes aparentemente pequenos da casa.

Curta o Lado B no Facebook.

O banco é de alvenaria com revestimento de porcelanato que imita madeira.O banco é de alvenaria com revestimento de porcelanato que imita madeira.
O ambiente inclui a churrasqueira, e o projeto total custou R$ 25 mil.O ambiente inclui a churrasqueira, e o projeto total custou R$ 25 mil.



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.