ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  03    CAMPO GRANDE 29º

Arquitetura

Lembrar das avós foi a chance de casal transformar decoração

Casa com plantas por todos os lados e decoração afetiva com itens que vieram de família transformaram a casa de Murilo e Nikolas

Por Thailla Torres | 09/07/2020 06:32
A proposta era ter uma casa cheia de plantas e o casal conseguiu. (Foto: Casamunik)
A proposta era ter uma casa cheia de plantas e o casal conseguiu. (Foto: Casamunik)

A saudade de casa e as lembranças dos quintais das avós representam também a maneira de decorar e dar vida aos espaços no lar do casal Nikolas e Murilo, que valorizam elementos naturais, afetividade e a presença de plantas por todas as partes. É o tipo de casa que só pelas fotos dá vontade de não sair mais.

Chegamos até o cantinho deles pelo perfil no Instagram @casamunik, onde principalmente Nikolas compartilha detalhes da decoração e transformação feito por ele nos últimos três anos.

Os dois vieram de fora, Nikolas é natural de Amambai (MS) e Murilo de São Paulo (SP), ambos foram criados em “casa de vó”, com terreno amplo e presença de plantas. Quando se mudaram para Campo Grande moraram por um tempo no Centro, mas em lar com terreno grande, onde puderam ter dois cachorros. Quando resolveram sair do aluguel e comprar a casa própria, a vontade de ter um quintal permaneceu e assim conquistaram o lar que vivem hoje.

Latão que foi reformado por Nikolas e virou mesa de canto. (Foto: Casamunik)
Latão que foi reformado por Nikolas e virou mesa de canto. (Foto: Casamunik)
Bandeja também personalizada pelo casal e plantinhas ganharam espaço na sala. (Foto: Casamunik)
Bandeja também personalizada pelo casal e plantinhas ganharam espaço na sala. (Foto: Casamunik)

A casa em si não é grande, mas suficiente para Nikolas promover mudança no clima da decoração todos os dias. A maioria dos detalhes que chamam a atenção saíram das mãos deles, ganhando disposições e funções diferentes, cheias de significados.

Para Nikolas, que é advogado, reformar e descobrir novas possibilidades para objetos que até então estavam sem uso é uma das partes mais encantadoras de decorar a casa com o marido.

A verdade é que nunca foi um sonho ter uma casa super decorada, com móveis caros e planejados fixos. O que o casal sempre quis era ter uma casa confortável, que atendesse as necessidades e que fosse um cantinho com a cara dos dois, não necessariamente com sofisticação. Por isso, com o tempo foram percebendo que era possível investir no ‘faça você mesmo’.

Panela de ferro da avó virou cachepot de planta. (Foto: Casamunik)
Panela de ferro da avó virou cachepot de planta. (Foto: Casamunik)
Vasos de concreto e apoios para plantas também foram feitos pelo casal. (Foto: Casamunik)
Vasos de concreto e apoios para plantas também foram feitos pelo casal. (Foto: Casamunik)
Detalhe de plantinha até na área do chuveiro. (Foto: Casamunik)
Detalhe de plantinha até na área do chuveiro. (Foto: Casamunik)

“A única coisa que eu sabia é que não seria legal ter tudo de loja, com uma decoração que mais parece cara de vitrine. Queríamos algo mais personalizado. A primeira coisa que eu queria era uma mesinha de canto na sala, então peguei um tonel de latão, lixei, pintei e hoje ele é estrela em um dos cantos da casa”, conta o advogado.

“Depois eu queria uma bandeja para colocar suqueira que a gente tinha, então fui e fiz uma bandeja, depois fiz uma prateleira para colocar temperos e isso começou a dar significado a nossa casa”, completa.

Hoje quando Nikolas olha em volta, percebe que até o guarda roupa e o painel de TV, se não tivessem, ele teria feito sozinho. “Quem sabe, se um dia resolvermos mudar, eu não descarto essa ideia”.

Mais plantas no banheiro. (Foto: Casamunik)
Mais plantas no banheiro. (Foto: Casamunik)
O cantinho do café ganhou bandeja feita de argamassa e plantinhas para decorar. (Foto: Casamunik)
O cantinho do café ganhou bandeja feita de argamassa e plantinhas para decorar. (Foto: Casamunik)

Dentre os itens feitos por ele estão vasos de plantas feitos de argamassa, apoio para as plantinhas e objetos que contam a história da família que acabaram ganhando nova função, como o caldeirão de ferro, presente da avó de Nikolas, mas que por estar com fundo desgastado, virou mesmo cachepot para plantinha em cima da mesa.

Inclusive, a proposta desde a mudança para o novo lar era ter ambientes com muitas plantas, então foi justamente a presença do verde que direcionou todo o resto, com Nikolas produzindo apoios, vasinhos e objetos que incluíssem plantas até mesmo dentro do banheiro, levando em conta as inspirações “urban jungle” encontradas na internet.

“Nós dois fomos criados com avós e temos muito presente esse lado afetivo, apegado com a família. E as plantas são o jeito de trazer o verde para dentro de casa e a lembrança do que vivemos com elas. Quando o tempo está muito seco ela acaba trazendo um frescor e umidade, além do momento de cuidar que é a chance de desestresse”.

A inspiração em cada cantinho da casa remete à infância no quintal das avós, mas também as dicas que Nikolas e Murilo não cansam de buscar em revistas, blogs e programas de televisão. Já os cantinhos que vira e mexem estão diferentes na página do Instagram se relacionam com a vontade do casal de ter uma casa em constante transformação, como a vida.

Você pode ver dicas e acompanhar a decoração do casal no Instagram @casamunik.

Compartilhe sua decoração com a gente e inspire. Você pode enviar sugestões pelo Facebook, Instagram, e-mail: ladob@news.com.br e WhatsApp (67) 99669-9563.

Vista da sala de jantar e da pintura que, mesmo em tons neutros, se destaca. (Foto: Casamunik)
Vista da sala de jantar e da pintura que, mesmo em tons neutros, se destaca. (Foto: Casamunik)
Quarto do casal. (Foto: Casamunik)
Quarto do casal. (Foto: Casamunik)
Cantinhos da casa também estão em constante mudança, como a vida. (Foto: Casamunik)
Cantinhos da casa também estão em constante mudança, como a vida. (Foto: Casamunik)