A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

22/12/2018 08:45

Para os fãs de suculentas, Presépio Terrário é opção fofa de presente no Natal

Desde modelos prontos, personalizados ou no estilo faça você mesmo, a mistura de suculentas com o tradicional presépio de natal é sugestão delicada e única para presentear família e amigos

Kimberly Teodoro
Dinâmicos, terrários combinam com qualquer decoração, inclusive com o clima natalino (Foto: Kimberly Teodoro)Dinâmicos, terrários combinam com qualquer decoração, inclusive com o clima natalino (Foto: Kimberly Teodoro)

Tão fofas que literalmente dá vontade de “guardar em um potinho”, as suculentas estão entre as espécies favoritas na hora de montar terrário. Delicadas e resistentes, elas ganham o coração até de quem não é lá muito habilidoso com plantas. Versáteis, elas parecem se encaixar perfeitamente em qualquer cantinho, até na decoração de Natal.

Pensando na versatilidade dessa espécie, o Lado B foi aprender até a casa da pedagoga Hagrayzs Rosa Garcia Bezerra, aprender a montar um presépio terrário, combinação charmosa e original para presentear a família e os amigos, ou personalizar a própria decoração para as festas de fim de ano com o presépio terrário. Assista ao vídeo com o passo-a-passo completo no fim da matéria.

Hagrayzs conta que redescobriu na jardinagem uma nova maneira de olhar a vida depois dos 30 e hoje, em um momento em que tudo caminhava para a estabilidade, tanto nos planos da carreira, quanto nas escolhas pessoais, mas lá no fundo ainda ficava aquela sensação de faltar alguma coisa.

A ideia inicial era cobrir o muro com orquídeas, que acabaram substituídas pelas suculentas (Foto: Kimberly Teodoro)A ideia inicial era cobrir o muro com orquídeas, que acabaram substituídas pelas suculentas (Foto: Kimberly Teodoro)

O interesse de Hagrayzs pelas plantas começou com orquídeas, que tem um significado afetivo para ela por serem as flores escolhidas pelo marido como presente há 8 anos, na mesma data: 21 de dezembro, aniversário de casamento dos dois. A ideia inicial era encher o jardim com as mudas de orquídea, que tinham até um lugar especial reservado no muro da casa, mas a falta de sombra e a dificuldade em cuidar delas acabou por desfazer esses planos.

Foi aí que as suculentas entraram na história, como em muitos casos, totalmente por acaso, em uma visita a casa de uma tia do marido de Hagrayzs, de quem ela ganhou a primeira mudinha, em uma garrafa pet improvisada como vaso. Mais resistente ao clima de Campo Grande, a suculenta logo tomou o espaço deixado por uma das orquídeas e não demorou a ser seguida por outras variações, ocupando conta de todo o muro e o canteiro no jardim pouco tempo depois.

Mãe de dois filhos, Hagrayzs conta que depois da segunda gravidez foi tomada pela sombra de um sentimento que até então nunca havia imaginado: a depressão pós parto. Nessa época ela precisou se afastar do trabalho e procurar tratamento médico, que além do acompanhamento psicológico também inclui o uso de medicações. Foi nesse período que o gosto por suculentas passou a tomar uma proporção maior, transformando a ansiedade e a angústia da depressão em algo positivo com a montagem dos terrários.

Os terrários podem ser feitos tanto em vasos de barro quanto de vidro (Foto: Kimberly Teodoro)Os terrários podem ser feitos tanto em vasos de barro quanto de vidro (Foto: Kimberly Teodoro)
Cada plantinha tem o próprio charme que pode ser usado de maneira versátil da decoração (Foto: Kimberly Teodoro)Cada plantinha tem o próprio charme que pode ser usado de maneira versátil da decoração (Foto: Kimberly Teodoro)

A descoberta veio acompanhada de workshops presenciais e até cursos online, além do tempo de pesquisa que gasta em busca de novidades na internet, depois os terrários viraram presentes para amigas em aniversários e datas especiais, aos poucos quem via as fotos postadas nas redes sociais ou as peças das amigas acabava gostando e fazendo as próprias encomendas.

“Eu sempre gostei de artesanato e trabalhos manuais, mas nunca pensei que fosse boa nisso, a realização pessoal de produzir algo seu, que as pessoas gostem e valorizem, paguem por isso, é inexplicável. No começo era uma terapia, um momento do meu dia em que eu ficava em paz, sentava com calma, escolhia as mudas e os enfeites, o vaso e ia construindo as camadas”, conta.

O sucesso foi tanto que Hagrayzs adaptou um cantinho da casa só para os materiais, mudas e enfeites usados nos terrários, que ela monta de acordo com a demanda, com peças a partir de R$ 7,50 e que podem aumentar de preço de acordo com o pedido do cliente. “Tudo é feito depois de uma conversa mais detalhada com quem me procura, às vezes a pessoa vê uma foto do terrário e pede algo nesse estilo, conversamos sobre o tamanho e as cores e em cima daquilo eu crio um modelo completamente novo. Nenhum sai igual ao outro”, explica.

Presépio Terrário feito pela Hagrayzs para o Lado B será sorteado nas nossas redes sociais (Foto: Marina Pacheco)Presépio Terrário feito pela Hagrayzs para o Lado B será sorteado nas nossas redes sociais (Foto: Marina Pacheco)

Terrário - O tamanho da peça vai depender do recipiente escolhido para abrigar o jardim em miniatura, que pode ser tanto de vidro quanto de barro, vai depender da proposta da peça.

Como as suculentas são delicadas, cada camada precisa de cuidado especial na hora de montar, para evitar o acúmulo de água no fundo do recipiente, o que pode adoecer a planta e até apodrecer as raízes.

A primeira camada pode ser cascalho (aquelas pedrinhas coloridas de aquário) ou seixos, que devem ser colocadas no fundo do vaso, a dica de Hagrayzs é usar um pouco de areia colorida criando uma camada mais fina por cima da primeira camada, para evitar que a terra se misture ao cascalho, preservando a cor das pedrinhas.

Para quem gosta de um trabalho mais artístico e elaborado, é possível desenhar nas bordas, mesclando cores de areia ou intercalando camadas de cascalho colorido.

O ideal é usar um composto de carvão vegetal triturado e terra, vendido em lojas de jardinagem, para manter o solo fresco e ajudar a impedir que fungos danifiquem as raízes. Deposite a terra com uma colher, sem apertar muito, para que a camada fique “fofa”.

Desenvase as suculentas e plante com cuidado no terrário, deixando espaços livres para as miniaturas do presépio, que podem ser encontradas em lojas de utensílios domésticos no centro. Retirar o excesso de terra das raízes antes de acomodá-la no novo ambiente é opcional.
Cubra a superfície com serragem ou cascalho, usando a criatividade para enfeitar a peça, e coloque as peças do presépio de acordo com a sua preferência.

Acompanhe o trabalho da Hagrayzs pela página Suculentas e Terrários CG e pelo instagram @amorporsuculentashagra.

Gostou do resultado? A peça pronta será sorteada nas redes sociais do Lado B, para participar curta nosso facebook  e instagram para ver todas as regras. 



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.