A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/09/2017 06:25

Pintar parede dá trabalho, mas não é nenhum bicho de 7 cabeças, ensina estreante

Mariana Lopes
Antes e depois da parede do quartoAntes e depois da parede do quarto

Pintar a parede de qualquer cômodo da casa vai muito além de passar a tinta. Alguns processos precisam ser feitos e levados a sério para que o resultado seja, no mínimo, satisfatório. A transformação dá trabalho, mas também não é um bicho de sete cabeças.

A engenheira civil Gizele Nantes, 28 anos, se arriscou nesta aventura para dar um novo ar ao ambiente preferido dela na casa e garante que qualquer pessoa é capaz de pintar uma parede. Na série "Faça Você Mesmo" de hoje, a jovem explica como os losangos foram parar no quarto dela.

Gizele se aventurou na pintura da parede e ficou satisfeita com o resultadoGizele se aventurou na pintura da parede e ficou satisfeita com o resultado

Ao se deparar com o orçamento de R$ 300 de um pintor para realizar o trabalho, Gizele resolveu que encarar os pincéis e as tintas. Na ponta do lápis, o gasto foi bem menor. "Eu já tinha as tintas nas cores branca e cinza, que sobraram da pintura que meus pais fizeram no resto da casa. Então, só gastei com o material, que ficou em torno de R$ 30", conta. 

Mas neste caso, o que rendeu para a engenheira foi o tempo. Para concluir a pintura das duas paredes, ela levou mais ou menos o equivalente a três dias inteiros. "Só que eu pintava somente aos finais de semana e fazia alguma coisa a noite, que eram minhas horas livres", explica.

Sobre o fato de ela ser engenheira civil, Gizele garante que a formação e até mesmo a prática do trabalho só ajudaram de alguma forma na hora de fazer o cálculo dos losangos, pois o resto, foi na raça mesmo.

Na lista de materiais necessários, Gizele usou tinta branca e cinza, fita adesiva, lixa, massa corrida, pincel pequeno e rolo anti-respindo.

"Primeiro eu lixei, em seguida passei a massa onde tinha imperfeição ou buracos, e passei a primeira camada da tinta branca", explica. Nesta etapa do processo, o que ela achou mais difícil foi achar o ponto exato da tinta branca, que é preciso diluir na água. Gizele usou o pincel pequeno ara pintar os cantos da parede e o rolo para passar a tinta no resto.

Para fazer os losangos, ela usou fita adesivaPara fazer os losangos, ela usou fita adesiva

"É importante respeitar o tempo indicado de 4 horas para esperar a tinta secar. Às vezes a ansiedade em ver o resultado pode nos enganar. A tinta molhada pode sair quando for aplicar a próxima camada de tinta", orienta.

Outra parte que exigiu também um trabalhinho a mais, além de uma ajuda especial, foi desenhar os losangos e colocar as fitas adesivas nas marcações. "Calculei os tamanhos com a ajuda de um esquadro, desenhei primeiro em um papel, para depois passar pra parede e meu irmão me ajudou a colocar a fita de ponta a ponta nas duas paredes", conta.

Na última fase, veio a camada da tinta cinza, que foi passada por cima das fitas. Então, é só esperar mais um pouco até secar e puxar com cuidado todos os pedaços da fita adesiva. O resultado foi aprovado por ela e, principalmente, o da persistência em dar conta do ofício.

"Não é difícil, mas é puxado. Tem que ter paciência, esperar, deixar secar, mas quado fica pronto, é incrível", diz Gizele.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.