ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 21º

Arquitetura

Suíte de 45 m² é lugar para morador escapar do cansaço na cidade

Banheiro moderno se destaca no ambiente, com pedra verde Guatemala e cuba de pia inspirada em 2030

Por Thailla Torres | 19/11/2021 08:51
Suíte Regresso 3 assinada pelo Assenço + Arquitetura para a Casacor. (Foto: Janaina Lott)
Suíte Regresso 3 assinada pelo Assenço + Arquitetura para a Casacor. (Foto: Janaina Lott)

O caminho inverso dos avós, que um dia deixaram a vida no campo para recomeçar na cidade, foi o ponto de partida para uma suíte de 45 m² em casarão do Jardim dos Estados. A busca por mais espaço, menos trânsito e mais contato com a natureza ditou o projeto assinado pelo Assenço + Arquitetura para Casacor Mato Grosso do Sul.

Suíte Regresso 3 é o nome do ambiente com paleta de cores neutras e texturas suaves, mas muito bem escolhidas para compor um ambiente que aproximasse o morador de todos os desejos citados acima.

O local, antes da exceção, era originalmente a suíte do casarão, por isso, o arquiteto Paulo Henrique Ribeiro e o designer de interiores Vinícius Assenço escolheram manter as esquadrias, que tem aproximadamente 50 anos de história.

Cama foi desenhada pelo escritório e traz uma releitura do recamier. (Foto: Janaina Lott)
Cama foi desenhada pelo escritório e traz uma releitura do recamier. (Foto: Janaina Lott)
Pensando no regresso às raízes, eles optaram por tons mais neutros e menos estressantes. (Foto: Janaina Lott)
Pensando no regresso às raízes, eles optaram por tons mais neutros e menos estressantes. (Foto: Janaina Lott)

E como a ideia do projeto era tornar o ambiente mais moderno, com toque minimalista e aconchego da calmaria encontrada na natureza, poucas intervenções foram necessárias.

Já sobre o nome, Paulo explica que a inspiração é em um momento novo chamado êxodo urbano. “Muitos de nós estamos fazendo o caminho inverso que nossos avós, por exemplo, fizeram. Eu mesmo estou nesse momento, na busca de resgatar o contato com a natureza, sair dos apartamentos, do trânsito. Embora ainda não tenha um milhão de habitantes, Campo Grande já tem um trânsito estressante”, destaca o arquiteto.

Por isso, pensando no regresso às raízes, eles optaram por tons mais neutros e menos estressantes. “A gente traz sensações nesse projeto, com contraste de tecidos, de forma sutil e leve. Mas mesmo com essa sutileza, conseguimos ter um espaço acolhedor, envolvente e afetivo”.

O ambiente é, segundo os profissionais, uma chance de encontrar também a simplicidade perdida. “Ali, se pode viver e encontrar beleza sem excessos. Isso vai muito de encontro com a linha de arquitetura que a gente trabalha em nossos projetos. Na Casacor, claro, a gente pode elevar isso ao máximo, trazendo um perfil diferente do que o campo-grandense está acostumado, com muitas cores e itens”.

Banheira verde Guatemala remete à natureza. (Foto: Janaina Lott)
Banheira verde Guatemala remete à natureza. (Foto: Janaina Lott)
Composição do banheiro com toques minimalistas. (Foto: Janaina Lott)
Composição do banheiro com toques minimalistas. (Foto: Janaina Lott)

A sensação de paz vem pelas cores neutras, texturas naturais e formas orgânicas, como vaso pós-tropical e luminária Tombo, de Guilherme Wentz.

Fotos de Sebastião Salgado e cadeira IAIÁ, de Gustavo Bittencourt, são destaque no espaço. O conforto e o luxo ficam por conta da WombChair, um dos mais clássicos modelos de cadeiras criada na década de 40, por Eero Saarinen.

No banheiro, contrasta com o quarto neutro a banheira com pedra verde Guatemala, para também fazer uma referência às raízes da natureza.

Já a cuba desenhada por Jader Almeida foi inspirada no imaginário do designer brasileiro em 2030. “É como ele enxerga o mundo, ela é muito minimalista e leve, parecida com a busca em que estamos vivendo”.

Cuba desenhada por Jader Almeida, inspirada no mundo em 2030. (Foto: Janaian Lott)
Cuba desenhada por Jader Almeida, inspirada no mundo em 2030. (Foto: Janaian Lott)
Esquadrias originais da casa foram mantidas. (Foto: Janaina Lott)
Esquadrias originais da casa foram mantidas. (Foto: Janaina Lott)

Sobre a visitação - A mostra está de portas abertas até o dia 28 de novembro, das 16h às 22h, de terça a sexta-feira e das 15h às 22h aos sábados, domingos e feriados. O ingresso é R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia-entrada).

O endereço da Casacor MS é Rua Goiás, 937 - Jardim dos Estados.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias