A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 27 de Maio de 2017

28/06/2014 07:37

Cantora que honra o samba em MS lança CD autoral com homenagem ao marido

Elverson Cardozo
Juci e o marido. Casamento já dura 25 anos. (Foto: Elverson Cardozo)Juci e o marido. Casamento já dura 25 anos. (Foto: Elverson Cardozo)

Há poucas vozes tão conhecidas como a dela na noite de Campo Grande. Já são 35 anos de carreira, mas só agora a cantora Juci Ibanez lança o primeiro CD autoral, “Na Casa do Samba”. O trabalho reúne 12 faixas inéditas e tem até música em homenagem ao marido, José Tadeu Ferreira, 54.

“Ah, meu homem, me acorda com beijo e café pra temperar. Tá sempre bem disposto, pronto para me encarar. É trabalho pesado, mas sempre quer me namorar”, canta um trecho, mostrando as próprias curvas com a mão, em um bom humor contagiante.

“A gente vive um para o outro”, comenta. “Mas a música não tem meu nome. Tinha que ser: Ah, meu homem, Tadeu...”, brinca o esposo, com quem está há 25 anos.

Os dois são carne e unha. “Sou o homem da casa. Eu que faço tudo. Cozinho, lavo, passo, faço café, levo na cama para ela. E isso não é de agora. Sempre mimei muito. Eu gosto”, conta José. Ele a acompanha desde o início e sabe da artista que tem ao lado.

Juci Ibanez é a primeira e única sambista solo de Mato Grosso do Sul. Iniciou sua trajetória musical aos 11 anos de idade, em São Paulo, onde viveu e fez escola. Suas influências não estão só no samba, mas no tropicalismo, bossa nova e rock. Essa mistura fez dela uma cantora eclética.

É conhecida pela voz grave, que lembra as cantoras de música negra americana, pelo bom humor e irreverência. “Até esses dias estava com o cabelo undercut, com as laterais raspadas. Pensa”, exclama.

O cabelo, agora, está loiro, mas já foi vermelho com mechas pretas bem marcadas. É o antigo modelo, aliás, que estampa a capa do novo CD. “Na Casa do Samba” é, na verdade, o segundo disco lançado. No primeiro ela foi apenas interprete. Neste, escreveu 8 das 12 canções. Quatro são de autoria Bibi do Cavaco.

Novo CD tem oito composições da própria artista. (Foto: Elverson Cardozo)Novo CD tem oito composições da própria artista. (Foto: Elverson Cardozo)

O trabalho não foi esquematizado, mas levou pelo menos um ano para ficar pronto. “Nem sei a ordem que fiz essas músicas”, diz, ao comentar que deixou as coisas fluírem, como sempre fez. O resultado já era esperado: “É minha cara. Estou cuidando da minha casa, que é o samba”.

As canções falam de amor, paixão, sonhos e até da força da mulher moderna: “Eu não nasci para ser mulher de malandro. Se o cara chega ciscando eu mando logo passear....”, diz a letra. “Valha-meu Deus”, a última faixa, é um agredecimento: "Se for bom deixa ficar. Se não for que leve embora. Se for dor é cicatrizar. Falsidade jogue fora”.

Serviço – O show de lançamento do CD “Na Casa do Samba” será neste sábado (28), a partir das 23h, no Barbaquá, localizado na rua Rio Grande do Sul, 382, no Jardim dos Estados, em Campo Grande e vai contar com a participação de Almirzinho, novo vocalista do Grupo Revelação.

Ingressos antecipados custam R$ 20,0 e estão sendo vendidos na loja Taco do Shopping Norte Sul Plazza e na Ótica da Barão. Na hora, no bar, o valor será R$ 30,00. O CD pode ser encontrado no Parks Burguer (Rua Itacuru, 140 - Itanhangá Park) e no Chopp Mestiço (Comper Jardim dos Estados).

Sesc Horto recebe espetáculo teatral gratuito na próxima semana
Entre a próxima quinta-feira (1) e sábado (3), o Teatro Prosa do Sesc Horto recebe o espetáculo "Três Vírgula Quatro Graus Na Escala Richter", da Com...
MS participa no mês de julho de feira de artesanato em Pernambuco
Mato Grosso do Sul participa em julho, entre os dias 6 e 16, em Olinda (PE), da Feira Internacional de Negócios do Artesanato, maior evento do setor ...



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.