A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

05/03/2015 15:57

Olarte diz que “ano começou muito difícil” e garante estar se esforçando

Ângela Kempfer e Michel Faustino
Artistas hoje, em frente da prefeitura na tarde de hoje. (Foto: Marcos Ermínio)Artistas hoje, em frente da prefeitura na tarde de hoje. (Foto: Marcos Ermínio)

Durante lançamento do projeto de revitalização da avenida Ernesto Geisel, o prefeito Gilmar Olarte pediu paciência ao movimento S.O.S Cultura, que desde terça-feira faz protestos exigindo a liberação de recursos para o setor, emperrados desde 2013.

Olarte diz que “o ano começou difícil”, mas garantiu estar se esforçando para colocar a casa em ordem e viabilizar o dinheiro para investimentos na área.

O prefeito reforçou a tentativa de acordo, para o fim das manifestações, com a liberação de R$ 1 milhão dos R$ 4 milhões cobrados pelos artistas e produtores culturais da cidade. “Nós Nunca fomos contra a Cultura. Pelo contrário, nos esforçamos ao máximo. Já sinalizamos a possibilidade de liberar R$ 1 milhão, é o que podemos viabilizar agora. Neste momento não é possível mais”, argumenta.

O dinheiro viria de uma reserva mantida pela Secretaria de Finanças. Um montante maior seria impossível por conta de outras “prioridades”, alega. “Temos gasto com kits escolares, com medicamentos. Precisamos buscar o equilíbrio”, diz o prefeito.

Sobre a ausência na audiência pública de quarta-feira e também na reunião desta tarde, entre representantes da prefeitura e do movimento S.O.S Cultura, Olarte garantiu que tinha compromissos já agendados, por isso, não pode comparecer.

Agora a expectativa é para novo encontro com representantes da classe na próxima segunda-feira, quando os artistas vão dizer se aceitam ou rejeitam a proposta de R$ 1 milhão.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.