A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

30/03/2019 07:40

Pinturas em novas dimensões colorem nova exposição de Ana Ruas

Até o coelho Fred que passeia pelo laboratório da artista ganhou nova dimensão em tela; A entrada é gratuita.

Thailla Torres
A exposição revela outros trabalhos a partir de sua primeira pintura “Floresta Encantada”.A exposição revela outros trabalhos a partir de sua primeira pintura “Floresta Encantada”.

Começa hoje (30) e vai até dia 6 de julho a nova exposição da artista plástica Ana Ruas. Sempre colocando em cores seu imaginário e a intimidade com a natureza, Ana agora explora todos os recortes de uma pesquisa realizada em seu próprio laboratório trazendo ao prédio histórico da Avenida Afonso Pena telas para diferentes olhares.

A exposição revela outros trabalhos a partir de sua primeira pintura “Floresta Encantada” que já coloriu o Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul (Marco-MS). Tudo começou em seu ateliê que funciona como um laboratório pictórico e oferece experiências em processos em artes visuais. Num destes momentos o comentário de um menino sobre uma floresta despertou o interesse da artista pelo assunto.

Desde então, cinco pinturas em grandes dimensões, florestas e florestinhas surgiram com novas versões e questionamentos nas mãos da artista. Rastros da força da natureza na cidade apareceram, particularmente, no espaço do ateliê, seja pela insistência das ervas daninhas na calçada ou pelo coelho Fred, o novo hóspede do ateliê, que inclusive aparece como um camuflado em uma das pinturas que serão expostas hoje.

A série Floresta Encantada, enquanto obra de arte, lida com ações educativas e trazem temas e debates, inclusive, das falas infantis através de imagens, o encantamento com a natureza, o pensamento pictórico das crianças e na versão mais recente, o impacto da experiência de habitar novos lugares, inclusive no espaço urbano.

Nesta exposição, o destaque se dá pelo desdobramento entre florestas, florestas pequenininhas num espaço imaginário e no espaço urbano, representado pela insistência dos matinhos na calçada do ateliê da artista, pelo coelho e por plantas com cores vibrantes.

O texto da mostra é de Humberto Espíndola que acompanha o processo. No final de cada obra da série Floresta Encantada, a artista convida o amigo para ir até seu ateliê para conversar sobre formas e cores.

A exposição é de 30 de março a 06 de julho, de terça a sábado na galeria do Sesc Cultura, que fica na Avenida Afonso pena, 2270. A entrada é gratuita.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

 

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.