A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

07/04/2018 16:59

A dois meses da Copa, fãs já correm para completar álbuns de figurinhas

Colecionadores passam final de semana se reunindo para trocar adesivos e negociar figurinhas lendárias

Bruna Kaspary
Colecionadores fazem trocas de figurinhas e compram novos envelopes para conseguirem completar álbuns (Foto: Bruna Kaspary)Colecionadores fazem trocas de figurinhas e compram novos envelopes para conseguirem completar álbuns (Foto: Bruna Kaspary)

Faltando ainda dois meses para o início dos jogos da Copa do Mundo, colecionadores já estão frenéticos atrás das figurinhas para completar o álbum do campeonato. Nesse sábado (7), alguns deles passaram o dia em uma banca de revistas negociando os adesivos que ainda não estão colados no livro.

Renato Souza, de 22 anos, e Katlyn Leoel, de 19, estão montando o álbum pela primeira vez e, apesar já ter muitas figurinhas, ainda têm dificuldade para completar as seleções, até agora foram apenas duas. "Falta sempre uma ou duas de cada país, então tem muita figurinha faltando, temos que trocar bem mais e está difícil já", comenta o jovem.

A fonoaudióloga Cristiani Baraldi, de 40 anos, costuma ajudar o filho, Otávio, de 11, a completar todos os álbuns que ele faz. "A gente sempre faz os de futebol, ele gosta bastante, aí eu venho com ele para ajudar a fazer as trocas, porque os mais velhos veem a criança e querem tirar vantagem", explica.

Ela ainda lembra que Otávio completa álbuns de figurinha, sempre relacionados ao futebol, desde a última Copa do Mundo, em 2014. "Já foram bastantes álbuns, de diversos campeonatos, e sempre nós dois juntos, é o nosso momento juntos".

Outro colecionador é Ribeiro, de 38 anos, que só precisa de mais seis figurinhas para completar o álbum dele. "Quanto menos, mais difícil para completar. Esse ano estão aparecendo mais jogadores e preciso de escudos".

Ribeiro ainda está procurando alguns adesivos lendários, que são de momentos históricos de Copas passadas. "Um deles a gente sabe que é o Pelé dando pulando e dando um soco no ar, o outro eu acho que é da Itália, quando foram campeões da última vez".

Os irmãos Lucas e Lais Beledelli também estão em busca das figurinhas para completar o livro, que, segundo eles, ainda falta muito. "Mas quando a gente acha a última figurinha, a gente dá todo o nosso pacote para quem nos ajudou a completar, porque fica muito difícil encontrar, então a gente tenta ajudar quem ajuda a gente", explica o estudante.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.