A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

11/04/2017 17:23

Acidente 2 dias antes do sim fez casamento ser transferido para o hospital

Noivo foi encaminhado em estado grave, mas sobreviveu e hoje comemora vida nova

Thailla Torres
Acidente interrompeu cerimônia em Rio Verde, mas Carlos e Sandra casaram dentro do hospital. (Foto: Arquivo Pessoal)Acidente interrompeu cerimônia em Rio Verde, mas Carlos e Sandra casaram dentro do hospital. (Foto: Arquivo Pessoal)

Faltando dois dias para a cerimônia de casamento de Sandra e Carlos, um acidente interrompeu o sonho do casal. Ele, produtor rural, viajava para Rio Verde (MS) quando bateu em um veículo que fazia manutenção na rodovia. Com o acidente, o noivo foi encaminhado em estado grave para Santa Casa de Campo Grande. 

Lutando pela vida e após uma cirurgia, nem o risco de sequelas fez a esposa Sandra Varnier, de 40 anos, mudar de ideia  e esquecer a vontade de seguir ao lado de Carlos Canuto, de 52 anos. "A gente ia casar numa sexta-feira. Era um plano há muito tempo. Sinceramente? Com ou sem acidente eu casaria com ele", diz. 

Por isso, o casamento ocorreu em um lugar bem diferente do sonhado. A união ocorreu dentro do maior hospital de Mato Grosso do Sul e foi para Sandra a certeza de um grande amor. "A diferença pra mim é que agora eu tenho certeza que ele está aqui comigo apesar de tudo que a gente já passou. Por um momento, eu me desesperei sem saber o que aconteceria após o acidente", lembra.

Carlos e Sandra ao lado da família.Carlos e Sandra ao lado da família.

Juntos há 12 anos, Sandra deixou o filho e a família em Rio Verde para oficializar a união em Campo Grande. Agora, ela torce pelo recuperação do esposo e pela volta para casa.

"Ele lutou muito para sobreviver. Quando chegou aqui no hospital foi direto para sala de cirurgia. Foi preciso drenar os pulmões e depois passou por uma cirurgia na coluna", conta.

Mesmo sem saber como Carlos vai responder aos tratamentos, Sandra torce e vibra ao lembrar da felicidade enquanto assinava o papel junto do marido. 

Independente do que aconteça, vou estar ao lado dele o tempo todo. A gente mora em um sítio e deixamos nossa horta com a família que está segurando as pontas. Mas tudo que eu quero é ver ele de novo na nossa casa e com a vida que a gente sempre teve", diz.

O casamento em Campo Grande foi um pedido de Sandra feito à cunhada Sônia Mara Canuto, de 56 anos. "Eu sei que o casamento era um sonho para eles e, principalmente, para ela, que casou pela primeira vez. Então, eu trouxe toda documentação e pedi uma autorização ao hospital para casarem no quarto", conta Sônia.

Torcendo pelo irmão, ela diz que a família também aguarda ansiosa a chegada de Carlos, principalmente, a mãe de 92 anos que ainda não sabe do casamento. "Ela estava muito animada e a gente ainda quer fazer uma festa, porque ela pediu. É o sonho dela", lembra a filha.

Carlos continua internado, mas com o coração cheio de amor após uma terça-feira emocionante. Após assinatura do papel e o beijo para selar a união, ele se emocionou e não conteve as lágrimas. "Agradeço pela nossa união e que o Senhor venha fortalecer cada vez mais junto a nossa família, nossos amigos e que tudo continue sendo da maneira que o Senhor imaginar. Agradecemos por tudo nesse momento tão difícil, agradecemos pela graça que o Senhor tem concebido", declarou Carlos.

Curta o Lado B no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.