ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Comportamento

Amiga vira fada do dente e emociona criança a 2,5 mil km de distância

Gesto de empatia viralizou nas redes sociais e revelou história de amizade que começou na internet

Por Thailla Torres | 13/07/2021 08:19
Ana Luiza queria que a Fada do Dente buscasse seu dente caído, e mãe deu um jeito. (Foto: Arquivo Pessoal)
Ana Luiza queria que a Fada do Dente buscasse seu dente caído, e mãe deu um jeito. (Foto: Arquivo Pessoal)

O desejo de uma menina de 6 anos emocionou as redes sociais desde ontem, quando a história de duas mães que nunca se viram foi parar na internet. A pequena Ana Luiza esperava levantar na semana passada e ver que a “fada do dente” passou pelo seu quarto buscando o dente que havia caído. Mas como o padrasto esqueceu do combinado, o jeito foi pedir ajuda de uma amiga para que a magia se mantivesse na imaginação de Ana. E deu certo.

Ana mora com a mãe e professora Leny Raquel Cavalcante Dias Reis, de 29 anos, em Teresina, no Piauí. Foi Leny que pediu para a amiga Jaqueline Malusenas, de 30 anos, que mora em Três Lagoas, para se fingir de fada do dente e enviar um vídeo à Ana naquela manhã.

Sem pestanejar, Jaqueline, que é pedagoga, buscou filtro nas redes sociais e até um cenário no quintal de casa para gravar uma mensagem à filha da amiga. O gesto, apesar de simples, emocionou internautas pela simpatia e a emoção da menininha em ver a fada pelo celular.

"Ele chorou muito dizendo que a fada não tinha vindo. Eu expliquei que a fada podia estar ocupada buscando outros dentes. Foi então que tive a ideia de pedir ajuda à Jaqueline", explica Leny.

Pedido para que amiga virasse fada surgiu pelo WhatsApp.
Pedido para que amiga virasse fada surgiu pelo WhatsApp.

O mais interessante na história é que Jaqueline e Leny nunca se conheceram pessoalmente. As duas estão distantes 2,5 mil quilômetros e preservam uma amizade de quase 4 anos que começou pela internet em grupo de WhastApp.

Por conta da distância e do trabalho elas nunca tiveram a chance de se abraçar, mas juram que são amigas inseparáveis. “Sempre estamos presentes uma na vida da outra, ela é minha melhor amiga. Mas com fé em Deus um dia vamos nos encontrar pessoalmente”, afirma Raquel.

A mãe diz ter ficado emocionado com o gesto, mas não teve dúvidas de que Jaqueline aceitaria. Já a pedagoga sul-mato-grossense diz que resolveu atender o gesto pela amizade e pelo brilho nos olhos de Ana. “Quando eu desliguei o telefone e escutei os áudios dela eu chorei de emoção. É muito lindo ver a pureza de uma criança e a alegria nos olhos dela”.

A professora e pedagoga receberam muito elogios, mas também críticas nas redes sociais com quem não concordou com a “invenção”. No entanto, Jaqueline defende. “Ela é só uma criança e essa história está no imaginário de muitos, assim como outras. Eu acho que a vida é tão dura quando assumimos certas responsabilidades e a infância é tão curta, que não custa a gente proporcionar dias leves e magias às nossas crianças”.

Com tantas mensagens e compartilhamentos nas redes sociais, as mães agradecem a empatia de todos, mas agora o que elas mais querem é continuar essa história com um abraço. “Espero que em breve a gente se encontre”, torce Jaqueline.

Jaque então preparou cenário e até trilha sonora para virar fada e deixar criança feliz. (Foto: Aquivo Pessoal)
Jaque então preparou cenário e até trilha sonora para virar fada e deixar criança feliz. (Foto: Aquivo Pessoal)

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário