ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 26º

Comportamento

Casal fechou dois hortifrutis para ter paz com feira na varanda de casa

Rotina comercial ficou para trás e agora vizinhança faz a festa até com alface “plantado” em casa

Por Aletheya Alves | 19/06/2024 06:08
Sandro e Rita fecharam negócio tradicional para abrir espaço em casa. (Foto: Henrique Kawaminami)
Sandro e Rita fecharam negócio tradicional para abrir espaço em casa. (Foto: Henrique Kawaminami)

Depois de dez anos se dedicando à forma mais tradicional de trabalhar, Sandro Renato Goes e Rita Amorim se cansaram e resolveram fechar as portas de dois hortifrutis. Deixando a rotina do horário comercial para trás, os dois transformaram a varanda de casa em feira no bairro Santa Fé.

“A gente trabalhava o dia todo, era uma correria para resolver tudo e não conseguia viver direito. Agora, as coisas estão mais calmas porque diminuímos tudo e ainda escolhemos nosso horário”, resume Rita. Enquanto na maior parte da vida o pensamento era de expandir os negócios, agora a ideia é focar no necessário para conseguir a qualidade de vida.

Desde precisar lidar com funcionários até entender as demandas do público em uma escala maior, os “detalhes” foram se somando ao ponto em que o casal percebeu que outro caminho deveria ser tomado. “Quando você vê, é caixa, atendente, precisa resolver os problemas e tudo ao mesmo tempo. O problema é que desse jeito tudo vai ficando complicado porque você se cansa e até o atendimento não fica tão bom”.

Sabendo que o problema era a rotina de trabalho e não o nicho em si, a ideia foi se manter ao lado das frutas, verduras e legumes, mas no quintal de casa. Sandro sempre teve gosto por plantação e isso não mudou com o cansaço.

Alface hidropônico está na lista de produções de Sandro. (Foto: Henrique Kawaminami)
Alface hidropônico está na lista de produções de Sandro. (Foto: Henrique Kawaminami)
Sem funcionários, casal se divide com as tarefas. (Foto: Henrique Kawaminami)
Sem funcionários, casal se divide com as tarefas. (Foto: Henrique Kawaminami)

Por isso, continuou com alfaces hidropônicas e algumas frutas plantadas em casa. A partir daí, iniciou a produção de mudas e resolveu testar a vizinhança.

Rita explica que parte dos vizinhos já sabia que os dois trabalhavam com hortifruti e, aos poucos, a novidade foi se espalhando pela região. Além do que é cultivado por eles, outros produtores também entraram no ciclo que acabou sendo positivo para muita gente.

“Eu tenho uma irmã que mora em um assentamento e lá eles têm uma produção pequena de algumas coisas. Como nosso público é pequeno, a gente não precisa de uma quantidade grande. Então, ficou bom para eles que conseguem vender e para a gente que também consegue oferecer aqui”, descreve.

Além da irmã, outros pequenos agricultores têm se tornado parte do ciclo, como Rita comenta. “A gente nem sabia que aqui na região próxima da cidade existia essa quantidade de agricultores familiares. É muito bom porque conseguimos até uma variedade de produtos”.

Outro ponto de mudança foi o controle de horário, algo que afeta todo o cotidiano dos dois. Antes, o casal abria o comércio às 7h e seguia até 19h. Hoje, a “feira na varanda” funciona de segunda até sábado, das 7h às 12h.

Desse modo, os dois conseguem atender o público em um período específico e se dedicar ao cultivo e às outras partes da vida no restante do dia.

“É muito interessante porque também temos uma proximidade diferente com as pessoas. Tem gente que vem aqui para comprar e acaba aprendendo assim como muitas pessoas sabem de muita coisa e ensina. Tem sido gostoso demais”, resume Rita.

E, para quem quiser visitar a feira, o endereço é Rua das Garças, 2529, no Santa Fé. Lembrando que o atendimento é de segunda até sábado, sempre das 7h às 12h.

Pequenos sacos são disponibilizados. (Foto: Henrique Kawaminami)
Pequenos sacos são disponibilizados. (Foto: Henrique Kawaminami)
Frutas da estação integram os itens disponíveis. (Foto: Henrique Kawaminami)
Frutas da estação integram os itens disponíveis. (Foto: Henrique Kawaminami)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias