ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 31º

Comportamento

Da Capital, Marombeiro Pobre Louco faz sucesso no YouTube após prisão

Com mais de 180 mil inscritos, Pobre Louco e sua esposa, Aninha Cremosa, estão vivendo uma história de redenção

Por Lucas Mamédio | 21/02/2020 06:46
Marombeiro Pobre Louco está em SP para uma temporada com grandes youtubers (Foto: YouTube)
Marombeiro Pobre Louco está em SP para uma temporada com grandes youtubers (Foto: YouTube)

“Faaala galerinha gente boa”, é assim que Renato Lopes Apollo, de 26 anos, bem mais conhecido como Marombeiro Pobre Louco, começa seus vídeos no YouTube. Apesar do início digno de Lucas Neto, maior expoente dos canais infantis, Renato faz vídeo para um público bem mais crescidinho, os “marombas”.

Marombeiro Pobre Louco nasceu e cresceu em Campo Grande. Ele gravou o primeiro vídeo há cerca de dois anos incentivado por amigos que achavam engraçado o jeito desbocado com o qual ele falava sobre o mundo da musculação. Depois de alguns poucos vídeos, por falta de visualização, parou de gravar.

“Eu participava de um grupo do Facebook de maromba, tá ligado? Aí tudo que eu falava os caras achavam engraçado e ficavam falando pra gravar vídeo pro YouTube. Gravei uns dois só e depois já parei porque ninguém via”, conta Marombeiro.

Foi então que o ano de 2019 chegou com os “dois pés no peito” de Renato, como ele mesmo diz. No dia 29 de abril desse mesmo ano, o então vendedor no camelódromo, foi preso em flagrante por vender esteroides anabolizantes em uma banca dentro do estabelecimento. A imprensa repercutiu o caso, inclusive o Campo Grande News, como pode ver nessa matéria.

Após sair da prisão em liberdade condicional, depois de um mês, Renato resolveu voltar a gravar vídeo justamente contando sua experiência preso. Em um mês, Marombeiro Pobre Louco ganhou 100 mil inscritos no YouTube.

“Foi justamente falar da prisão que explodiu meu canal. Foi contar tudo que aconteceu lá dentro. Contei tudo com humor, saca?”, explica Renato.

O agora youtuber diz que comprou os produtos que motivaram sua prisão para consumo próprio, porque tinha uma competição de fisiculturismo em pouco tempo. Até vídeo reclamando de como a tornozeleira eletrônica o atrapalhava nos exercícios de perna, ele fez.

Todo o jeito performático de falar de Renato, enfatizando cada sílaba das palavras, interpretando suas histórias, somados ao caso da prisão, chamaram a atenção dos grandes nomes do YouTube no mundo dos “Marombas”.

Pobre Louco e sua esposa, Aninha Cremosa (Foto: Arquivo Pessoal)
Pobre Louco e sua esposa, Aninha Cremosa (Foto: Arquivo Pessoal)

Pobre Louco foi chamado para a “Casa Maromba”, uma casa em São Paulo capital provida por Toguro, um dos maiores influencers de musculação do Brasil, com mais de um milhão e meio de inscritos no YouTube e seguidores no Instagram.

“Toguro me chamou pra ficar um mês aqui gravando junto com minha esposa e agora estamos aqui”, comemora Renato.

Marombeiro Pobre Louco é casado com a Aninha Cremosa, também adepta da musculação. Um dos melhores vídeos de seu canal é ele contando como conquistou Aninha Cremosa.

“Nossa relação é de muita parceria. Estamos juntos há quatros anos, temos dois filhos e mesmo com todas as dificuldades ela sempre esteve ao meu lado, sempre batalhando junto, sonhando junto”.

Marombeiro Pobre Louco acabou de receber um convite para uma competição em São Paulo e deve estender sua temporada por lá mais um mês. Depois disso deve voltar para Campo Grande. A mudança definitiva, apesar da vontade, ainda depende de muita coisa, como ele justifica.

“Tenho muita coisa pra resolver em Campo Grande. Todo mundo tá falando que tenho que mudar pra São Paulo, que é aqui onde tudo acontece, mas vamos ver, teria que alugar casa aqui, trazer meus filhos, muita coisa”.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563 (chame agora mesmo)