ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 27º

Comportamento

Devotos "iluminam" ruas em procissão de fé e agradecimento a São Sebastião

Procissão luminosa marcou o encerramento das novenas em homenagem ao santo

Por Adriano Fernandes e Suzana Serviam | 20/01/2022 19:44
Procissão em rua da Vila Margarida. (Foto: Suzana Serviam)
Procissão em rua da Vila Margarida. (Foto: Suzana Serviam)

As ruas da Vila Margarida e região foram tomadas por dezenas de devotos de São Sebastião, no começo da noite desta quinta-feira, em Campo Grande. O dia 20 de janeiro é a data de celebração ao santo, conhecido como defensor da Igreja Católica, e a celebração também marcou o encerramento das novenas em homenagem ao mártir.

Com velas nas mãos e imagem do santo na frente da multidão, os fiéis realizaram uma procissão luminosa a partir da Paróquia São Sebastião, enquanto rezavam, entoavam cânticos católicos e agradeciam pelas graças alcançadas. A celebração teve queima de fogos e participação de diversas pastorais com estandartes em homenagem ao santo.

“Os fiéis trazem as velas como forma de agradecimento, de devoção, afinal, Cristo é luz”, comenta a jovem Natali Queiroz Araujo, de 24 anos, que é voluntária na paróquia.

Celebração teve queima de fogos. (Foto: Suzana Serviam)
Celebração teve queima de fogos. (Foto: Suzana Serviam)

Coordenador da Paróquia São Sebastião, Wagner Souza Rocha também reitera que as velas têm um significado especial para os cristãos. “Representam Jesus”, diz. Wagner explica que neste ano, o percurso da procissão luminosa foi menor e também não houve a tradicional missa campal no meio da rua, por conta da pandemia.

Irmãs de São Paulo acompanharam a procissão. (Foto: Suzana Serviam)
Irmãs de São Paulo acompanharam a procissão. (Foto: Suzana Serviam)

Na manhã de hoje, foram realizadas três missas. Durante a programação, também houve almoço e quermesse desde às 14h. No dia de São Sebastião na paróquia, o que não faltou foi emoção e fé, garantem os fiéis.

Na véspera de retornarem para casa em Bauru, São Paulo, as irmãs Beti e Josefa Vendrami, de 81 e 84 anos, respectivamente, fizeram questão de rezar pela saúde de familiares e de dois colegas que estão internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Para além de São Sebastião, elas também são devotas do beato Carlo Acutis, a quem é atribuído o milagre da recuperação de um garoto, que sofria de pâncreas anular. “Fizemos vários pedidos e São Sebastião e Carlo Acutis irão nos ajudar”, comentou Beti.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Procissão teve a participação de diversas pastorais com estandartes em homenagem ao santo.(Foto: Suzana Serviam)
Procissão teve a participação de diversas pastorais com estandartes em homenagem ao santo.(Foto: Suzana Serviam)


Nos siga no Google Notícias