ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 28º

Comportamento

Em homenagem à professora com câncer, alunos fazem vaquinha e antecipam colação

Por Paula Maciulevicius | 03/07/2015 06:34
Para incluir todo mundo, eles resolveram promover a formatura festiva, onde todos tiram foto com canudo, beca e com a professora. (Foto: Arquivo Pessoal)
Para incluir todo mundo, eles resolveram promover a formatura festiva, onde todos tiram foto com canudo, beca e com a professora. (Foto: Arquivo Pessoal)

Para quem não ia fazer nada de comemoração, os acadêmicos mudaram de ideia depois que a professora, nome de turma, tirou licença médica para se tratar de um câncer. Os formandos em Letras da UCDB agora correm contra o tempo e numa vaquinha estão tentando organizar a formatura simbólica como homenagem à professora Barbara Ann Newman.

Da turma de 25 alunos, apenas sete deles colariam grau na festa oficial promovida pela Universidade, por conta de matérias que ainda precisam ser pagas. Para incluir todo mundo, eles resolveram promover a formatura festiva, onde todos tiram foto com canudo, beca e com a professora. 

"Nós não íamos fazer nada, a maioria da nossa turma é bolsista, não temos dinheiro para cobrir os custos, mas essa professora é tão maravilhosa e está passando por um período difícil", justifica a acadêmica Priscihellen Ferreira, de 25 anos.

Barbara e os alunos tiveram poucos semestres de aula juntos, mas foi o suficiente para nascer carinho e admiração. (Foto: Arquivo Pessoal)
Barbara e os alunos tiveram poucos semestres de aula juntos, mas foi o suficiente para nascer carinho e admiração. (Foto: Arquivo Pessoal)

Barbara é britânica, ministra aulas de língua e literatura inglesa e já foi inclusive coordenadora do curso.

Os acadêmicos em questão tiveram poucos semestres de aula com ela, mas foi o suficiente para nascer carinho e admiração.

"Ela merece essa colação simbólica com todo mundo. Pode ser que seja a última, pode ser que não. Conversando com a turma, começamos a agilizar e pedir ajuda", completa Priscihellen.

Barbara, segundo apurou o Lado B, está internada para tratamento de câncer e não tem previsão de retornar às aulas.

"Sabemos que é um problema muito grave e que começou no pulmão. Ela marcou todo mundo, o nome do curso de Letras é ela", frisa a aluna.

A Câmara Municipal de Vereadores já cedeu espaço para a colação de grau que será realizada no dia 27 de agosto. Agora faltam fotógrafos, becas, decoração e som. "Nós começamos a pesquisar os lugares e tudo é R$ 2, R$ 3, até R$ 4 mil. Não temos condições de pagar".

A vaquinha, por enquanto, está restrita aos alunos e familiares. Mas quem quiser ajudar pode entrar em contato com os acadêmicos pelo celular: 9206-3219.

Nos siga no Google Notícias