ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 27º

Comportamento

Foto de 1997 fica na pele da filha, que há 6 anos, perdeu abraço do pai

Fernanda recebeu a tatuagem de presente e quis homenagear o pai, falecido há seis anos

Por Jéssica Fernandes | 28/01/2022 08:18
Tatuagem de traço fino foi feita pela tatuadora Thais Barros. (Foto: Arquivo Pessoal)
Tatuagem de traço fino foi feita pela tatuadora Thais Barros. (Foto: Arquivo Pessoal)

A jornalista Fernanda Sandoval, 24 anos, tem uma pequena coleção de tatuagens espalhadas pelo corpo. Em meio aos dez desenhos, com estilos e temas diferentes, ela recentemente fez mais um registro na pele. Dessa vez, a foto com o pai e a mãe serviu de inspiração para a tatuagem que traz o retrato de alguém, que há seis anos, é motivo de saudade.

Próxima de celebrar o aniversário, ela escolheu a ocasião para concretizar o desejo antigo de tatuar uma das poucas lembranças que tem com a família reunida. Datada de 1997, a fotografia feita em casa apresenta Fernanda com meses de vida ao lado dos pais Máximo Sandoval e Jeane Almeida.

Devido a um acidente no local de trabalho, que ocorreu em 2016, Máximo faleceu aos 55 anos e uma semana antes de completar mais um ano de vida. Além de conter um significado particular e sensível, a tatuagem representa um presente concedido de mãe para filha. “Eu queria fazer uma foto já tem um tempo, deixei essa para fazer no meu aniversário, para ter um significado maior. Falando com ela, ela me disse que daria de presente e me ajudou a escolher a foto”, diz.

Tattoo foi inspirada em fotografia de 1997. (Foto: Arquivo Pessoal)
Tattoo foi inspirada em fotografia de 1997. (Foto: Arquivo Pessoal)

Em relação à imagem, a jovem comenta que a recordação é uma das poucas que tem com o pai. “Não tenho muitas fotos de família, porque meu pai saía cedo para trabalhar e voltava só à noite. A partir dos meus dez anos, comecei a ter um contato maior com meu pai, porque ele perdeu o emprego”, expõe.

Escolhido com muito carinho, o registro familiar realizado há 25 anos preencheu o braço direito da jornalista nesta semana. Executada pela tatuadora Thais Barros, a tatuagem de traço fino é a segunda homenagem que Fernanda faz na pele para o pai. “No meu braço esquerdo, tenho a frase de uma carta que meu pai deixou para mim”, afirma.

Essa primeira tattoo também tem uma história especial. Em 2013, o pai dela redigiu uma carta que passou três anos escondida dentro de uma caixa. Por ironia da vida, meses após o falecimento dele, Fernanda leu pela primeira vez o conteúdo e as palavras de carinho de Máximo. “Eu tinha ido a um retiro e ninguém colocou na caixinha a carta do meu pai, mas ele guardou lá quando voltei. Eu a encontrei meses depois dele falecer, enquanto arrumava a mudança”, lembra.

Feita em 2018, tatuagem tem caligrafia do pai da jovem. (Foto: Arquivo Pessoal)
Feita em 2018, tatuagem tem caligrafia do pai da jovem. (Foto: Arquivo Pessoal)

No final do texto, os desejos de “Segurança, firmeza e paz” saíram do papel para ganhar espaço permanente na pele dela. Embaixo da frase, ela também fez questão de colocar a assinatura original do pai.

Sobre os significados de ambas as tatuagens, Fernanda explica que encontrou nelas um jeito de externalizar o amor que sente pelo pai. “Com o tempo,  aprendemos a lidar com o luto, mas essas representações são memórias que a gente guarda. O amor é uma marca e você ter isso na sua pele é só uma forma de deixar aberto para quem quiser ver”, conclui.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias