A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

13/12/2016 06:15

Inspirado no Axl Rose, noivo usa terno medieval e faz entrada triunfal de Biz

Paula Maciulevicius
Noivo não economizou nas vontades de se casar com terno assim e até cantou música que compôs para a esposa.  (Foto: Celso Magalhães)Noivo não economizou nas vontades de se casar com terno assim e até cantou música que compôs para a esposa. (Foto: Celso Magalhães)

Fernando e Carmen já estavam juntos há um ano e meio antes do "sim" dito no altar na última sexta-feira. Os dois se conheceram no local de trabalho dele, onde ela fez estágio. Como acreditam que casamento é sonho a ser realizado uma única vez, o noivo não economizou nas vontades e inspirado no terno usado por Axl Rose, no clipe "November Rain", foi atrás de algo que desse um ar medieval para a cerimônia.

"Para mulher, casamento é um sonho e para mim também. Não gosto daqueles ternos tradicionais e como é uma vez na vida, queria algo bem diferente", explica o professor de Música, Fernando Galeano, de 30 anos.

Foi Fernando quem procurou o Lado B para contar sua história de amor. São poucas as vezes em que o noivo se manifesta assim e as palavras dele explicam o porque. "Quero que todo mundo sabia que a gente está junto, se casando. Eu faço tudo isso por ela", enfatiza.

Sonho do noivo sempre foi usar um terno parecido com o de Axl Rose em November Rain. (Foto: Celso Magalhães)Sonho do noivo sempre foi usar um terno parecido com o de Axl Rose em "November Rain". (Foto: Celso Magalhães)

Foi antes de vestir o terno medieval que Fernando parou para contar e ouvir de si mesmo os motivos pelo qual ele estava se vestindo para casar: o amor.

A ideia da roupa, de início, seria o terno do Axl Rose, vocalista do Guns N' Roses. "Só que não consegui, achei muito caro para fazer e vi uns parecidos na internet, aí vem a temática meio medieval meio Piratas do Caribe", conta.

Por um site chinês, Fernando encontrou a roupa que considerou perfeita para si. Com receio de que não chegasse a tempo ou fosse bem diferente das imagens na hora da venda, o noivo fez a compra com seis meses de antecedência. Quase o mesmo tempo de um vestido de noiva, por exemplo.

"Mas chegou do jeito que eu queria. Minha mãe tirou as medidas certinha e quando olhei, a gente não acredita, não é? Já bateu a emoção. O casamento vai ser do jeito que eu pensava, pelo menos a roupa", descreve a sensação.

A noiva, Carmen, já sabia que o tradicional do casamento ficaria só por conta dela. (Foto: Celso Magalhães)A noiva, Carmen, já sabia que o "tradicional" do casamento ficaria só por conta dela. (Foto: Celso Magalhães)

A noiva, Carmen, já sabia que o "tradicional" do casamento ficaria só por conta dela. "Desde que a gente se conheceu, ele falou do sonho de usar a roupa do Axl. Eu achava que era brincadeira, mas quando fomos procurar nos lugares de vestido, as vendedoras tentavam convencê-lo a usar um terno normal", narra a assistente social, Carmen Silvia Cristaldo Alfonso, de 28 anos.

Ela sabia que todos os argumentos seriam em vão. Fernando estava decidido. "E eu deixei ele usar, porque o dia é dele também, não só da noiva", completa.

Mas no altar é que ela viu o look do noivo, que incluía a bota cano alto. "Ele estava muito gato. Um príncipe, como ele é", afirma toda apaixonada. Ela não sabia nem tampouco a cor do terno. E as surpresas não pararam por aí. Carmen entrou com a marcha nupcial. As primeiras notas vieram da guitarra, tocada por um amigo e padrinho do casal, mas em seguida, foi a vez do noivo soltar a voz.

"Foi uma música que compus para ela. Já tenho um trabalho e CD gravado, canto pop rock", explica. Os versos, ele cantarolou para a gente antes da cerimônia. 

"Escolhi você para mim,
para ser a mulher que eu sempre quis.
Só para lhe dar carinho todos os dias antes de dormir.
Pedi a Deus que trouxesse você aqui,
bem do meu lado.
Como vento suave você chegou,
Vou fazer, vou fazer você sonhar.
Vou fazer acreditar no amor que eu tenho para dar
Só você pode, só você pode aproveitar"

Depois do barulho de motos mais potentes, noivos entraram no salão montados numa Biz 125. (Foto: Celso Magalhães)Depois do barulho de motos mais potentes, noivos entraram no salão montados numa Biz 125. (Foto: Celso Magalhães)

"Foi surpresa para mim ele não chorar. Ele aguentou", brinca a noiva. Depois da benção religiosa na Igreja Perpétuo Socorro, os noivos seguiram para a festa no salão paroquial da Santo Agostinho, no bairro Taveirópolis.

Integrante do motoclube "Aliados", Fernando também pensou em colocar essa paixão dentro do contexto matrimonial para fazer uma entrada triunfal. "Pensamos primeiro em entrar com uma moto grandona, mas não teria graça, porque a minha é uma Biz 125. Então eles ficaram lá na frente cortando giro para as pessoas pensarem: 'nossa, é A moto' e quando entrar, era a bizinha", conta o noivo.

A motocicleta recebeu até decoração de "recém-casados" com umas latinhas penduradas na placa. "E a gente tem uma coisa única com a moto, ela é a nossa história, ela que nos acompanhou. Não podíamos rejeitá-la", reforça a noiva. A surpresa foi geral e rendeu risadas e várias fotos dos convidados.  

Sobre o que querem para o futuro, eles respondem juntos: aumentar a família. "A gente fez o casamento de coração, já moramos juntos e esperamos que nessa caminhada que estamos fazendo, futuramente venham os filhos", espera Fernando. 

"E não é querer ser clichê, mas para mim, ela é o sol da manhã quando acordo. Temos as nossas brigas, como qualquer casal e quando a vejo de manhã... Ela é o amor da minha vida", se declara.

Curta o Lado B no Facebook

Bizinha acompanhou a história do casal. (Foto: Celso Magalhães)"Bizinha" acompanhou a história do casal. (Foto: Celso Magalhães)
E eles acharam que ela merecia estar no casamento. (Foto: Celso Magalhães)E eles acharam que ela merecia estar no casamento. (Foto: Celso Magalhães)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.