ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 32º

Comportamento

Na “era da sustentabilidade”, igreja monta decoração usando garrafas plásticas

Por Elverson Cardozo | 17/12/2013 06:30
Mais de 2 mil garrafas foram utilizadas na decoração. (Foto: Elverson Cardozo)
Mais de 2 mil garrafas foram utilizadas na decoração. (Foto: Elverson Cardozo)

Em dois meses, com ajuda de 10 voluntários, a dona de casa Nilvia Omido, de 52 anos, conseguiu, pela primeira vez, confeccionar e montar toda a decoração de Natal da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Campo Grande.

O esforço rendeu a tradicional árvore, anjo, Papai Noel, guirlandas coloridas e até caixinhas de presente. Tudo feito de garrafa pet, cerca de 2 mil unidades.

A “pegada sustentável” não deixou a desejar, pelo contrário. A decoração, digna de elogios, chama a atenção pela beleza.

Juntas, as peças, de acabamentos perfeitos, compõe um cenário único. Para montar a folhagem da árvore e deixá-la “encorpada”, o grupo retirou o fundo de mais de 1 mil garrafas, separou o plástico em tiras e torceu o material, um a um, no fogo, com velas.

As guirlandas também foram moldadas no calor, assim como as asas do anjo, que receberam franjas do mesmo material.

Pronta, a decoração foi cercada por garrafas verdes cheias de água. Deu trabalho, comenta Nilvia, mas o resultado surpreendeu. “Gostei muito. Nunca trabalhei com isso. Faço artesanatos, mas são caixas de MDF e não garrafas”, conta.

A ideia de decorar a igreja com objetos recicláveis veio, segundo ela, do Padre Dirson Gonçalves, reitor do santuário. “Ele queria algo educativo, que ajudasse a conscientizar e incentivar as pessoas a reciclarem”, afirmou.

O público, pelo jeito, aprovou. Secretária da igreja, Eliza Cristina Queiroz, de 18 anos, diz que os visitantes, geralmente os fiéis, ficam surpresos. “É uma coisa diferente. Acho que não tem em outro lugar”.

Serviço –A decoração da Perpétuo Socorro pode ser visitada, gratuitamente, todos os dias, inclusive nos finais de semana, das 8h às 19h. O santuário fica na Avenida Afonso Pena, 377, no bairro Amambai.

Trabalho durou 2 meses e contou com uma equipe de mais de 10 voluntários. (Foto: Elverson Cardozo)
Trabalho durou 2 meses e contou com uma equipe de mais de 10 voluntários. (Foto: Elverson Cardozo)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário