A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020

13/11/2019 07:15

No Morro do Mandela, crianças viram guias e apresentam favela a visitante

O Lado B visitou o Morro e foi recebido de braços abertos pela garotada que ficou feliz ao ver novos amigos

Alana Portela
As crianças acompanharam a reportagem e mostraram a vizinhança. (Foto: Marcos Maluf)As crianças acompanharam a reportagem e mostraram a vizinhança. (Foto: Marcos Maluf)

Na entrada do Morro do Mandela o que encanta é a receptividade das crianças. Elas são a “alma” da favela localizada na região norte de Campo Grande e é só ver alguém de fora se aproximar que os olhos brilham de alegria. O Lado B visitou a comunidade e foi recebido de braços abertos pela garotada. “Oi, quem é você? Aqui mora minha família”, disse Lorenzo dos Reis.

As casas improvisadas com pedaços de madeira, telhado de zinco e algumas janelas de plásticos são tudo que há de moderno no local. A situação é precária, falta saneamento básico, roupa, comida, mas não animação. Quem observa cada rostinho fica até bobo com tanta inocência e simplicidade.

Lorenzo tem quatro aninhos e foi o primeiro a recepcionar a equipe ainda na entrada do corredor que dá acesso à favela. Por conta do sol de “rachar”, a equipe de reportagem segurava um guarda-sol e Lorenzo pegou “carona” na sombra. 

“Ali mora um amigo, aqui minha tia, nessa mora outro colega e mais na frente está a minha”, apresentou Lorenzo. Ele é um pequenino, de cabelos castanhos claros e lisos. Estava com camiseta, short e um sorriso estampado no rosto. Parecia até que ele queria falar mais, porém não sabia como e as palavras falhavam na hora de serem ditas.

De cima dá para ver os barracos da favela do Morro do Mandela (Foto: Marcos Maluf)De cima dá para ver os barracos da favela do Morro do Mandela (Foto: Marcos Maluf)
Isaac dos Reis de Oliveira mostrando o barraco (Foto: Marcos Maluf)Isaac dos Reis de Oliveira mostrando o barraco (Foto: Marcos Maluf)
Richard Jean Barros Fernandes mostrando dedos para a foto (Foto: Marcos Maluf)Richard Jean Barros Fernandes mostrando dedos para a foto (Foto: Marcos Maluf)

Lorenzo é esperto e se tornou o “digital influencer” da favela. A mãe, Sandra Reis comentou que o menino adora tirar fotos porque se acha lindo e o pequenino confirmou. “Sou bonito e meus amigos também. Gosto de tirar fotos mostrando a gente”, contou ele.

Mais dois passos à frente, outras crianças apareceram chegaram; Natan Reis de 4 anos, Richard Jean Barros Fernandes de 8, João Lucas da Silva de 3 e Isaac dos Reis de Oliveira de 8 anos. Eles ficaram maravilhados ao ver que tinha alguém para conversar e saíram apontando o que era cada barraco.

A caminhada começou na entrada na favela e encerrou na última casa. Os pequeninos estavam cansados, então sentaram embaixo do guarda-sol e continuaram conversando. Não tinham muito assunto, mas quiseram falar sobre os sonhos e foi Lorenzo novamente quem iniciou o papo. “Quando crescer quero entrar no quartel, depois ser policial. Quero proteger minha família”, afirmou.

Miguel dos Reis de 2 aninhos na frente da casa onde mora (Foto: Marcos Maluf)Miguel dos Reis de 2 aninhos na frente da casa onde mora (Foto: Marcos Maluf)
Isaac faz pose e mostra o joinha para a foto (Foto: Marcos Maluf)Isaac faz pose e mostra o "joinha" para a foto (Foto: Marcos Maluf)
Da direita para esquerda: Richard ao lado de Lucas, Natan, Lorenzo e Isaac (Foto: Marcos Maluf)Da direita para esquerda: Richard ao lado de Lucas, Natan, Lorenzo e Isaac (Foto: Marcos Maluf)

Natan também entrou na onda e falou que compartilha do mesmo sonho, e tem dois desejos. Um deles revela a simplicidade de quem não tem nem um lugar seu para dormir. “Quero ser policial para cuidar da minha família, para ela não morrer. Quando for grande vou comprar uma cama para deitar”, disse todo empolgado.

“Acho que também quero ser policial para salvar as pessoas. Minha vontade é crescer, ter minha casa para comprar uma cama de casal e dormir bastante”, falou Richard Jean. “Também quero ter uma cama de casal, mas na minha casa tem que ter piscina”, completou Isaac.

Elisandra Salazar de Lima de 11 anos viu a aglomeração de gente e foi ver o que era. Ouviu quando os meninos falavam em ser policiais e soltou “quero ser é advogada”. Todos pararam e a olharam para ouvir mais sobre sua vontade. Ela ficou envergonhada e comentou que estava calor, na tentativa de tirar o foco de si. “Quando está quente fico dentro de casa assistindo. Mas, meu sonho é conseguir comprar uma piscina para tomar banho”.

O bate-papo estava encerrando e os pequenos se impressionaram ao ver as câmeras fotográficas profissionais. Pediram para registrar o momento com os amigos e se reuniram em grupinhos. O Miguel de 2 aninhos viu os coleguinhas fazendo pose e também quis participar da festa. Estava pelado pelo calor ou ausência de roupas, e sem pensar duas vezes foi correndo para perto dos amigos.

Natan que já estava no jeito, se mexeu e disse que conhecia Miguel. É seu primo e costumavam andar juntos. “Ele mora nessa casa da frente. Aqui todo mundo se conhece, é lógico”, afirmou ele.
Depois da foto, Miguel ficou envergonhado e voltou correndo para a casa, onde vestiu um short azul.

No fim do encontro, as crianças guiaram novamente até a saída. Contudo, antes da equipe ir embora, pediram para que retornasse mais vezes ao local. Na despedida, os olhinhos entristeceram, mas continuaram dando tchau até perder o carro de vista.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

O que era rápido, melhorou! Seja exclusivo, cadastre o telefone (67) 99981-9077 e receba as notícias mais lidas no Campo Grande News pelo seu WhatsApp. Adicione na sua lista de contato, mande um "OI", e automaticamente você será cadastrado. 

Elisandra Salazar segurando uma criança no colo (Foto: Marcos Maluf)Elisandra Salazar segurando uma criança no colo (Foto: Marcos Maluf)
A garotada fez pose para sair na foto com os amigos (Foto: Marcos Maluf)A garotada fez pose para sair na foto com os amigos (Foto: Marcos Maluf)
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2020 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.