A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Maio de 2019

01/04/2019 07:31

Passeio em Alcinópolis inspirou fotos românticas no Templo dos Pilares

Lugar já é conhecido pela visitação, mas provou ser cenário perfeito para ensaios de casais

Thailla Torres
Cercado pela natureza e com vestígios milenares do passado lugar virou cenário para fotos. (Foto: Dick Arruda)Cercado pela natureza e com vestígios milenares do passado lugar virou cenário para fotos. (Foto: Dick Arruda)

Juntos há 4 anos, a engenheira agrônoma Karoline Günther e o acadêmico Mateus Henrique Barbosa Morata ainda não tinham protagonizado um ensaio fotográfico romântico. Mas durante uma visita à família, em Alcinópolis, a 310 quilômetros de Campo Grande, eles não imaginavam que esse momento viria em forma de aventura.

Cercado pela natureza e com vestígios milenares do passado, o principal atrativo turístico da cidade virou cenário perfeito para as fotos do fotógrafo Dick Arruda. Com direito a trilha e curiosidades, o amor do casal foi abraçado pelo Templo dos Pilares, um dos mais belos sítios arqueológicos de Mato Grosso do Sul.

Templo dos Pilares é riqueza histórica a quatro horas de Campo Grande. (Foto: Dick Arruda)Templo dos Pilares é riqueza histórica a quatro horas de Campo Grande. (Foto: Dick Arruda)

“Foi tudo por uma coincidência. Meu namorado tem família em Alcinópolis e, durante visita, descobrimos que o Dick estava por lá. Resolvemos então fazer uma trilha e conhecer o lugar. Foi quando o fotógrafo perguntou se topávamos ser modelos”.

Os sorrisos foram espontâneos, garante Karoline, devido a beleza do lugar. “Foi tudo muito natural, porque além de histórico, aquele lugar é espetacular”, descreve.

Um pedaço do caminho foi feito de carro e os demais trechos da trilha a pé. “Foi maravilhoso o ensaio, porque não foi nada clichê e o ponto turístico é incrível. Vimos que poucas pessoas conhecem o lugar”.

Desconhecido para alguns o Templo dos Pilares é riqueza histórica a quatro horas de Campo Grande. Capaz de deixar visitantes impressionados pelo tamanho e a preservação de pinturas rupestres, o lugar é tombado como patrimônio cultural brasileiro e tornou-se uma unidade de conservação desde 2003. 

O atrativo tem acesso restrito e supervisionado para turistas. (Foto: Dick Arruda)O atrativo tem acesso restrito e supervisionado para turistas. (Foto: Dick Arruda)

Por ser uma unidade de conservação municipal, protegida pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o atrativo tem acesso restrito e supervisionado para turistas.

Mas a vantagem é que não há tantos impasses para visitar o local e o passeio é totalmente gratuito. Com blocos de arenito em diversos tamanhos, o Templo dos Pilares está localizado numa área de mais de 6 mil hectares e chama pelas superfícies que carregam pinturas feitas com corantes naturais e milhares de grafismos do passado.

Para agendar uma visita ao local é necessário entrar em contato com a Secretaria de Turismo no telefone (67) 3260-1739.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Trilha feita à pé antes de chegar nos principais ponto do Templo. (Foto: Dick Arruda)Trilha feita à pé antes de chegar nos principais ponto do Templo. (Foto: Dick Arruda)
Altura também reserva belos registros. (Foto: Dick Arruda)Altura também reserva belos registros. (Foto: Dick Arruda)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.