A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

24/04/2018 08:08

Pra comemorar com criança que nunca teve aniversário, projeto faz festa coletiva

Thaís Pimenta
Além dos aniversariantes, a festa é aberta para as crianças da comunidade a à algumas mães. (Foto: Acervo Pessoal)Além dos aniversariantes, a festa é aberta para as crianças da comunidade a à algumas mães. (Foto: Acervo Pessoal)

Realizar sonhos e ver dentro do olhar de cada criança da Casa de Sopa, no Indubrasil, a felicidade em ter uma festa de aniversário para chamar de sua. Essa foi a intenção de Emanuelle Ferreira Sanchez e sua mãe, Doriane Ferreira, ao criarem o projeto “Celebrando Luz”.

Foi há três meses que as duas, junto a outros companheiros, decidiram fazer a primeira festinha de aniversário das crianças da região. Por enquanto, fazem parte também Luis Fernando Delalibera Falcão, Karine Melo, Marlene Lima e Francielle Ketlyn.

“Eu já faço parte de um outro grupo, o Vida Nova, que faz almoços uma vez por mês na comunidade e há tempos tinha essa vontade dentro do meu coração, assim como minha mãe, de fazer as crianças sentirem o quanto são especiais e nada melhor do que celebrar com elas o seu nascimento”, explica.

Festa tem direito a decoração com bexigas e tudo o mais. (foto:Acervo Pessoal)Festa tem direito a decoração com bexigas e tudo o mais. (foto:Acervo Pessoal)

São cerca de 100 crianças em situação de vulnerabilidade social. O projeto descobre junto às famílias quais são as aniversariantes do mês e, no último domingo, todas recebem uma festinha coletiva. “A festa é focada neles e nas outras crianças da comunidade. Por mês temos recebido umas sete crianças aniversariantes. Algumas mães também vão”.

E no aniversário tem tudo que uma festa tradicional serve: cachorro-quente, pastel, algodão doce, pipoca, docinhos como brigadeiro e beijinho, e claro, bolo para o parabéns, com direito a vela vulcão e tudo!

A decoração com bexigas, o pula pula e os refrigerantes completam a alegria, além do momento mais esperado do dia: abrir os presentes ganhados por doação.

“Somos nós quem preparamos tudo. Cada um escolhe o que quer fazer e, por meio de doações dos ingredientes, vamos nos organizando”, diz.

A ideia é continuar atendendo as crianças da região e, conforme o grupo de voluntários for crescendo, passar a visitar outras comunidades para expandir o “Celebrando Luz”. "Estamos de coração aberto para receber doações e gente que tenha seu coração tocado pela nossa intenção e queira ajudar", finaliza ela. 

Para participar acesse a página do grupo no Facebook pelo link.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.




imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.