A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

01/09/2017 06:05

Susto começou com a gravidez de gêmeos, até médico anunciar: “Errei, são 3"

Thailla Torres
Paulo e Luciana estão ansiosos pela chegada de Lucas, Laura e Leonardo.Paulo e Luciana estão ansiosos pela chegada de Lucas, Laura e Leonardo.

Aos 38 anos, Luciana Alves Xavier estava determinada em não ter outros filhos. Já é mãe de dois e havia superado outros dois momentos difíceis, após abortos espontâneos em 2014 e 2015. A vida ia tranquila até que sintomas deram a certeza de que 1 nova vida estava para chegar. O susto é que, na verdade, o número era o triplo.

A notícia veio do jeito que ela menos esperava, da boca de um médico. "Depois de perder dois bebês eu falei para o meu marido que não queria mais. Só que no primeiro ultrassom, o médico nos disse que eu estava grávida de gêmeos e levamos um susto. Em outra consulta ele disse que havia errado e anunciou que havia três bebês", resume.

Ela recorda que humildemente o médico se desculpou pelo erro, mas não foi suficiente para deter a preocupação. "Eu fiquei em choque e não vou negar. Quando soube que estava grávida de gêmeos recebi a notícia com mais tranquilidade, mas quando ouvi que eram três não consegui ficar feliz".

Um amor em dose tripla. Um amor em dose tripla.

A preocupação e medo sobre a vida sobre os bebês tomaram conta. "Fiquei tão emocionada e ao mesmo tempo assustada que eu não conseguia racionar sobre o futuro deles. Nem eu, nem o meu marido, passamos uma semana sem conversar com o outro sobre o assunto".

Despesa e mudanças no comportamento foram as principais dúvidas de Luciana. "Primeiro fiquei pensando no gasto, como iriamos comprar tudo de uma vez para três crianças? Depois, fiquei pensando na amamentação, porque só tenho dois seios, vou ter que escolher qual filho alimentar primeiro?", questiona. 

Foi no diálogo com o marido, Paulo César Xavier, de 37 anos, que Luciana encontrou um novo caminho. "Ele disse que eu precisava de calma e que depois disso não tinha motivos para ficar remoendo o passado. O jeito era fazer de tudo pela felicidade dos novos filhos".

A conversa foi o início para Luciana se livrar da culpa que sentia. Depois de perder duas gestações, ela começou a tomar anticoncepcional e por conta própria abriu mão da medicação no fim do ano passado. Nesse percurso, segundo ela, houve falha do contraceptivo. "Usamos preservativo, mas acabou rasgando. Foi uma única vez e engravidei", afirma.

O sorriso do marido, não nega a felicidade. "Eu vejo meus filhos como uma benção na nossa vida. É claro que não foi fácil a perda de duas gestações, principalmente para ela, mas quando soube desses três bebês, entendi que se essa é vontade de Deus, cabe a nós recebê-los com amor".

Mais aliviada com o apoio da família, Luciana encheu o coração de amor para escolher o nome de cada um dos filhos, um deles, escolhido pelo mais velho, de 12 anos. "Vão se chamar Lucas, Laura e Leonardo", sorri.

Para garantir um pré-natal tranquilo, Luciana percorreu 201 quilômetros de Miranda a Campo Grande. "Tivemos que mudar até os bebês nascerem".

Grávida de sete meses, ela não vê a hora de segurar os filhos nos braços. "Só ando pensando no rostinho deles. Hoje enxergo como um presente de Deus e tenho certeza que vou ser a mãe mais feliz do mundo".

Luciana não está fazendo campanha por apoio nessa empreitada, mas afirma que toda ajuda é bem vinda. "Meu marido é caminhoneiro e realmente a despesa será grande. Mas estamos muito felizes com a chegada deles".

Quem quiser ajudar com alguma doação para Luciana, o telefone para contato é: (67) 99932-3721

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.