A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

03/10/2018 08:41

Youtuber dá mau exemplo com celular ao volante e diz que não liga para multas

Em uma de suas gravações, ele menospreza o alerta sobre risco do uso de celular ao volante

Thailla Torres
Youtuber aparece usando celular ao volante na BR-262. (Foto: Reprodução Yotube)Youtuber aparece usando celular ao volante na BR-262. (Foto: Reprodução Yotube)

Nas redes sociais, youtubers se identificam como "digital influencers" e muitas vezes, a tal influência preocupa. É o caso do youtuber campo-grandense Eduardo Razuk, conhecido por exibir carros e falar sobre arrancadões na internet. Na semana passada, ele postou um vídeo, dirigindo na rodovia, usando o celular e menosprezando os riscos da distração.

Na gravação de 16 minutos, publicada no dia 28 de setembro, Eduardo está com um equipamento GoPro na cabeça para mostrar ao público seu percurso até o Autódromo de Campo Grande. No vídeo, ele fala que tem um carro UP modelo TSI e ano 2017 com total preparação para as pistas. "O carro descabela na primeira e segunda marcha. Um brinquedinho barato, gostoso, ainda mais se fizer uma preparação da boa", explica o youtuber.

Até o momento em que está com o equipamento fotográfico na cabeça não há questionamentos. Mas a surpresa é quando o youtuber pega o celular para fazer material e publicar nas redes sociais. Na imagem, Eduardo dirige a quase 100 km/h na BR-262, o que potencializa o perigo. "Porque eu tenho que informar o público, né?", justifica, dizendo que "Snap dirigindo todo mundo faz", justifica com o celular em mãos.

Antes de terminar a gravação Eduardo deduz que alguém vai questioná-lo sobre o uso do celular, mas garante não estar preocupado. "Mexo mesmo. Quer me dar multa? Pode me dar", avisa. "Faça o que eu falo, não faça o que eu faço, eu tenho que mexer no celular enquanto dirijo", explica.

O youtuber ainda fala que se tiver que tomar multa todos os dias, está "tranquilo". "Não estou bebendo, não estou fumando maconha, não estou usando droga. Eu preciso mexer no celular para postar os snaps, as coisas", argumenta.

O que Eduardo parece não se dar conta é que o uso de celular ao dirigir é a causa mais comum de acidente no trânsito e campanhas costumam enfatizar que um minuto de bobeira pode ser fatal.

Responder uma mensagem de texto ou simplesmente mexer no celular ao volante também custa caro. Sai por R$ 293,47 e sete pontos na carteira de Habilitação em cada brincadeira, caso seja flagrado pela polícia ou agente de trânsito.

Ao Lado B o youtuber se explica. “Não sei por que fiz isso. Esse canal que estou fazendo é uma coisa mais despreocupada”, diz, apesar das 16 mil visualizações do vídeo que jpa desinformou muita gente.

Ele conta que era de uma canal maior, o Top Speed, quando vendeu e passou a fazer vídeos para o atual “Backstage” e assume a irresponsabilidade. "Minha vida é carro e essa realmente é uma situação que eu faço muito. Porque as pessoas gostam de ver o que eu estou fazenda. Mas faço isso com muita cautela", garante.

Entre os comentários, um seguidor alerta. "Caro Dudu, bacana ver seu vídeo. Não quero ser chato, mas como você já é bem conhecido saiba que você é alguém que pode influenciar outras pessoas. Então, não fica bem você argumentar que seu uso de celular enquanto dirige é bom ou correto", afirma.

Multa - Esse tipo de ação preocupa, mas a pessoa só pode ser autuada na presença de um policial avisa o gerente de fiscalização de trânsito, Carlos Guarini. "O agente ou policial precisam estar presentes. Em cima de vídeos não se aplica multa. Mas esse tipo de ação é considerada gravíssima".

Até 2016, mexer no celular era considerado uma infração média, no entanto, a lei mais severa para “gravíssima” parece não alertar os condutores. "Existem muitas ocorrências. Em Campo Grande está um absurdo, porque você percebe que o manuseio do telefone está aumentando. Ninguém coloca o celular na orelha, ficam olhando para tela, digitando e isso é muito perigoso", diz o gerente.

Com uso de aplicativos, muita gente deixa o celular no para-brisa, o que não dá multa, mas ao tocar no telefone isso se torna uma infração. "O que não pode é manusear, mesmo que ele esteja ali no para-brisa, não pode tocar na tela e nem mexer. Apenas quando tiver estacionado", explica.

Assista o vídeo completo.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



A verdade é que usar o celular enquanto esta dirigindo todo mundo faz em Campo Grande. Longe de mim defender esta atitude que considero uma irresponabilidade muito grande. Mas basta dar uma voltinha de meia hora pela cidade e tenho certeza de que pelo menos mais de dez pessoas serão vistas cometendo esta infração. Ninguem liga pra lei infelizmente falta fiscalização.
 
Jose Leal Batista em 04/10/2018 08:20:36
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.