ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 20º

Consumo

Aos 4 anos, Maria vende bolo assado por ela mesma para comprar boneca

Pequena Maria Fernanda, de 4 anos, queria comprar uma boneca e, em vez de pedir dinheiro, resolveu assar bolos e vendê-los

Por Lucas Mamédio | 07/06/2020 07:46
Maria acompanhando a batedeira misturar a massa (Foto: Arquivo Pessoal)
Maria acompanhando a batedeira misturar a massa (Foto: Arquivo Pessoal)

A lógica para obter as coisas na vida adulta é muito simples: trabalhe, ganhe seu dinheiro, e quando já tiver o suficiente, compre o que quiser. É fácil entender isso hoje em dia, quando já somos adultos, mas quando crianças, não faz sentido algum, já vem tudo de mão beijada.

A pequena Maria Fernanda Leal Jordão, de 4 anos, inverteu essa lógica. Filha de mãe confeiteira, Maria, depois de ver um vídeo na internet, ficou com vontade de comprar uma boneca que custa cerca de R$ 200.

Para conseguir o objeto de desejo, fez um pedido à mãe, porém, não é o que você está pensando, não pediu o dinheiro, pediu para fazer um bolo e vender os pedaços a fim de levantar o montante necessário para ter a boneca.

Maria misturando os ingredientes secos antes de bater (Foto: Arquivo Pessoal)
Maria misturando os ingredientes secos antes de bater (Foto: Arquivo Pessoal)

“Ela sempre me acompanha na cozinha, adora me ajudar, é curiosa, mas dessa vez que ajudei. Ela que decidiu os sabores e liderou as ações na cozinha (risos)”, diz a mãe Fernanda de Oliveira Leal, de 35 anos.

Fernanda explica que ela escolheu dois sabores: chocolate e coco. “Eu só fiz sozinha coisas como mexer na batedeira e a parte que precisou mexer no fogão, o resto, tipo escolher os ingredientes, mexê-los, colocar na forma, rechear, foi tudo ela”.

Depois de pronto, Maria cortou os dois bolos em pedaços, colocou tudo em formas de alumínio descartáveis e foi à luta. “Por conta da pandemia, ela não pode colocar barraquinha nem nada, que era a ideia dela. Então ela fez a propaganda pelo WhatsApp mesmo, mandou um áudio pra todos os familiares.

Segundo Fernanda, foi um sucesso logo de cara. Também, é difícil não se derreter com doce voz de Maria oferecendo os bolos. “Em um dia todos os pedaços estavam vendidos, muitos compraram mais de um pedaço”.

Pedaços cortados prontos para entrega, Maria vendeu tudo (Foto: Arquivo Pessoal)
Pedaços cortados prontos para entrega, Maria vendeu tudo (Foto: Arquivo Pessoal)

Foi Maria quem decidiu o preço dos pedaços também, R$ 4 reais cada um. “Pelo tamanho é um preço um pouco abaixo do mercado, mas não quis interferir nisso. Se ela achou que é justo, vai ser R$ 4.”

Apesar da pouca idade, coração de Maria Fernanda já se mostra muito generoso. “Ela sempre pede pra fazer bolo para as pessoas que moram nas ruas, ia deixar ela fazer no começo desse ano, mas aí veio a pandemia”.

Bolo feito e vendido, foi só fazer a entrega. O pai foi o responsável por ir junto da filha a alguns endereços. Outros “clientes” foram buscar na casa de Fernanda.

O dinheiro levantado foi mais que o suficiente para comprar a boneca, que será adquirida em breve. “Eu incentivei porque achei bonitinho, sempre que quiser fazer algo parecido, vou deixar, mas ela é um criança livre, faz porque gosta mesmo”.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Entrega feita para mais uma cliente satisfeita (Foto: Arquivo Pessoal)
Entrega feita para mais uma cliente satisfeita (Foto: Arquivo Pessoal)