ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUARTA  01    CAMPO GRANDE 22º

Consumo

Cauda e make de escama com pérola transformam mulheres em sereias

A proposta iniciou nesta semana e quem tiver interesse em participar pode locar as caudas e fazer os ensaios fotográficos

Por Alana Portela | 06/03/2020 08:43
As três modelos viraram serias para o projeto. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
As três modelos viraram serias para o projeto. (Foto: Luiz Felipe Mendes)

Com a proposta voltada a preservação ambiental, Luiz Felipe Mendes criou o projeto “Sereias de Bonito”. Ele é biólogo, fotógrafo, trabalha com produção audiovisual, e teve a ideia após uma viagem que fez para Jericoacoara, no Ceará, onde conheceu o trabalho de Tabata Lua que atua como "sereia".

“Ela pratica sereismo e estava se apresentando. Conversamos, trocamos contato. Se passou um ano até que resolvi me dedicar mais aos projetos audiovisuais”. Olhando na galeria de fotos, Luiz viu a imagem e lembrou-se das sereias. “Como estava indo para Bonito a trabalho, imaginei que poderia ter sereias por lá. Mandei mensagem para a Tabata, ela foi bacana e inclusive há possibilidade dela vir pra cá, para fazer fotos”.

A sessão ocorreu em Bonito. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
A sessão ocorreu em Bonito. (Foto: Luiz Felipe Mendes)

Foi a sereia das águas de Jericoacoara quem enviou algumas caudas para Luiz Felipe trabalhar. Assim que recebeu os produtos, foi em busca de parcerias para realizar o projeto na cidade. “Diferente de lá, aqui são propriedades particulares”, comenta.

Luiz Felipe mora em Dois Irmãos do Buriti, mas sempre está em Bonito fazendo algum trabalho. Como atuava na cidade, tinha alguns contatos e logo fechou parceria com a Praia da Figueira, Parque das Cachoeiras e Pousada Olho d’Água.

“Eles aceitaram e a proposta vai continuar acontecendo. O projeto tem duas vertentes, a primeira são os ensaios fotográficos com as caudas de sereias. 

Com a parceria da maquiadora Raíssa de Araújo, ele conseguiu três modelos, além dela, Ilda Lando e Thaís Maia, para o primeiro ensaio. Foi ela quem ficou responsável em transformar a si mesma e mais duas modelos em sereias. 

A inspiração para as maquiagens veio das cores de cada cauda. "Fiz as escamas e com isso trabalhei cada sereia em cores diferentes. Também pensei na questão do meio ambiente, por isso não apliquei glitter nas produções", enfatiza. Como as sereias entram na água, ela teve essa preocupação. 

Para trazer “textura” à maquiagem, Raíssa aplicou pérolas e conchas no rosto de cada modelo, produção que levou em torno de 1h30.

"Eu amei participar sendo sereia. Acordei três horas da manhã para eu começar me maquiar, e depois fiz as outras duas modelos. Quem não quer ser sereia por um dia não é? Elas têm todo encanto, eu mesma já tive cabelo colorido e minha fase sereia. É uma figura que traz imaginação, principalmente para os pequenos" observa.

As sereias rodeadas de peixes em um dos rios de Bonito. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
As sereias rodeadas de peixes em um dos rios de Bonito. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Sereias também foram fotografadas na piscina. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Sereias também foram fotografadas na piscina. (Foto: Luiz Felipe Mendes)

A outra ideia do projeto é ser sereia nas águas cristalinas de Bonito. “Toda essa beleza natural vamos agregar ao projeto. Sou biólogo, gosto de Educação Ambiental, ecologia e toda proposta que faço é voltada ao turismo ecológico. Busquei parceria com o IASB (Instituto das águas da Serra da Bodoquena) e vamos inserir as serias nos projetos ambientais”, diz.

A intenção é colocar as sereias como ícones da conservação. “As crianças prestam mais atenção e gostam de coisas fantasiosas. Se usarmos o conceito de sereia para falar sobre conservação, tenho certeza que vai ter uma preservação maior”, afirma.

Para o fotógrafo, o projeto é importante devido à preocupação com o meio ambiente. “É para mostrar que por traz dessa natureza linda é necessário ter um trabalho de conservação, que já existe, mas é necessário que a população abrace a causa. As águas de bonito para serem mantidas precisam de muito cuidado, não jogar lixo, plantar mais árvores. Minha visão quanto biólogo é mostrar para a população a manutenção do ecossistema, que é preciso cuidar”. 

Para saber detalhes do projeto, o contato deve ser feito com o próprio Sereias de Bonito, pelo Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563 (chame agora mesmo).

Em frente a cachoeira, elas posaram para a foto. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Em frente a cachoeira, elas posaram para a foto. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
O que não falta em Bonito é cenário belo. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
O que não falta em Bonito é cenário belo. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Colorido da cauda foi inspiração para maquiagens. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Colorido da cauda foi inspiração para maquiagens. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Conchas e pérolas foram coladas no rosto das modelos. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Conchas e pérolas foram coladas no rosto das modelos. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Projeto Sereia já está rolando em Bonito com parceiros. (Foto: Luiz Felipe Mendes)
Projeto Sereia já está rolando em Bonito com parceiros. (Foto: Luiz Felipe Mendes)