A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018

23/01/2018 08:48

Com barbearia e loja de artigos decorativos, galeria quer virar paraíso nerd

No futuro, lojas pretendem reunir mais estabelecimentos de áreas distintas com a mesma temática

Thaís Pimenta
Galeria fica na esquina da Rua Pernambuco com a Dr. Arthur Jorge, no bairro São Francisco. (Foto: Paulo Francis)Galeria fica na esquina da Rua Pernambuco com a Dr. Arthur Jorge, no bairro São Francisco. (Foto: Paulo Francis)

Os nerds, geeks, otakus e gamers tem cantinho reservado na Galeria São Jorge, no bairro São Francisco. O espaço, que já abrigava a Abraão Games, tem mais duas lojas reservadas ao nicho: a de decorações, MS Criações, e a barbearia Santoare.

O casal Flávia Dalita Silveira Pires e Antônio Cézar Smania largaram seus (bons) empregos, ela, no Tribunal de Contas, e ele na Defensoria Pública, em busca de uma vida que tivesse mais “a cara” dos dois. Há um ano e um mês abriram a primeira barbearia com temática nerd da cidade.

Com dois andares, o espaço tem no segundo andar a ala da diversão, com uma televisão grande para os clientes jogarem o que bem entenderem, dentre Call of Dutty, Sniper Elite, Spider Man, Mortal Kombat, God of War e X Men. “Aqui temos também uma guitarra, um violão e um cubo. Então é liberado fazer o som que quiser. A gente valoriza muito a música, em especial o metal”, diz Antônio.

Sala de diversão tem acesso liberado, com games, acesso a Netflix e até instrumentos musicais. (Foto: Paulo Francis)Sala de diversão tem acesso liberado, com games, acesso a Netflix e até instrumentos musicais. (Foto: Paulo Francis)
Detalhes fazem referência ao mundo geek. (Foto: Acervo Pessoal)Detalhes fazem referência ao mundo geek. (Foto: Acervo Pessoal)
Quadrinhos estampam uma das principais paredes da barbearia. (Foto: Thaís Pimenta)Quadrinhos estampam uma das principais paredes da barbearia. (Foto: Thaís Pimenta)

O uso da TV, dos games e dos instrumentos é gratuito. Antônio conta que tem cliente que vai lá só para discutir lançamentos de séries ou filmes. “Eu sou obrigado a assistir coisas que nem gosto tanto pra poder conversar com eles”, brinca.

Ele diz que a galera senta na cadeira do barbeiro, pega uma cerveja, e começa a debater os mais diversos títulos. “O povo curte os clássicos mas também as novidades. De Stranger Things a Vikings e Narcos”, brinca. As referências ficam estampadas na parede principal da Santoare, em posters e mini toys.

Foi por influência de Flávia e Antônio, que o também casal de empresários Mohamaad Samar e Geovana Prior transferiram a MS Criações do shopping Bosque dos Ipês para a mesma galeria. “O movimento era bom mas, como sou eu quem fico a frente do atendimento, e meu marido fica na fábrica produzindo as peças, estava no shopping por cerca de 12h direto, era pesado”, diz Geovana.

Varinhas custam R$ 100 e são feitas por um artesão de São Paulo, só que os detalhes são finalizados por Geovana. (Foto: Thaís Pimenta)Varinhas custam R$ 100 e são feitas por um artesão de São Paulo, só que os detalhes são finalizados por Geovana. (Foto: Thaís Pimenta)
Bandana do Naruto, adesivos diversos, canecas, quadros. (Foto: Thaís Pimenta)Bandana do Naruto, adesivos diversos, canecas, quadros. (Foto: Thaís Pimenta)

Na MS Criações, o artesanal é prioridade. A maioria das peças é produzida por Mohammad, como os quadros, posters, estantes, luminárias, apliques de parede e caixas decorativas. Outros produtos são criados em parceria com artistas locais, como as capas realistas de personagens geeks, feitas pela Tan Tan Tan Tannn.

A inauguração da  loja aconteceu no sábado (20) e, no novo espaço, uma parceria trouxe ainda mais força ao negócio. O casal se juntou à Paju, e agora a marca conta com canecas personalizadas, e que podem ser estilizadas na frente do cliente. “Mantemos um estoque pronto, mas a gente faz por encomenda se for preciso. Temos canecas termossensíveis, com colher, brancas ou coloridas”, diz a empresária, que trabalha com isso há dois anos.

A MS Criações começou quando Mohammed, fissurado em cardgames, fez sua primeira deckbox para guardar suas preciosas cartinhas. Na época, fazia faculdade de Engenharia Elétrica e os seus colegas o questionaram sobre a caixa. “Começaram a fazer encomendas e foi a partir daí que todos os outros artigos surgiram”.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Objetos decorativos e quadros fazem a cabeça do público jovem. (Foto: Thaís Pimenta)Objetos decorativos e quadros fazem a cabeça do público jovem. (Foto: Thaís Pimenta)
Caderno de anotações do mangá Death Note. (Foto: Thaís Pimenta)Caderno de anotações do mangá Death Note. (Foto: Thaís Pimenta)
A loja fica na Galeria São Jorge, loja quase de esquina do centro comercial. (Foto: Paulo Francis)A loja fica na Galeria São Jorge, loja quase de esquina do centro comercial. (Foto: Paulo Francis)
A capa custa R$ 350 e pode ser personalizada, assim como outras peças como essa. (Foto: Paulo Francis)A capa custa R$ 350 e pode ser personalizada, assim como outras peças como essa. (Foto: Paulo Francis)
As prateleiras também são feitas pelo artesão nerd, Mohammad. (Foto: Paulo Francis)As prateleiras também são feitas pelo artesão nerd, Mohammad. (Foto: Paulo Francis)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.