A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

03/08/2018 06:30

Marca de camisetas da Capital estampa e traduz termos jurídicos com animações

Na etiqueta de cada peça vem um QR Code, e aí é só apontar o celular para o código e conferir a explicação

Thaís Pimenta
Vestindo o básico, marca empodera porque explica o que os juridiquês do Direito Brasileiro querem dizer. (Foto: Acervo Pessoal)Vestindo o básico, marca empodera porque explica o que os "juridiquês" do Direito Brasileiro querem dizer. (Foto: Acervo Pessoal)

Duas mulheres criativas podem chegar onde quiserem. As amigas designers Paula Buneo e Mary Saldanha sabem disso, e foi com base na criatividade que elas elaboraram a camiseteria Artigo 5, uma marca totalmente inovadora, que ganhou o selo SPFW Ama, por trabalhar a sustentabilidade, tecnologia e a originalidade em peças básicas. Em dois tipos de modelo, uma t-shirt básica de algodão, e uma blusinha mais acinturada de viscose, expressões jurídicas estampam as camisetas.

Frases como "Manifeste-se", "O Referido é Verdade e dou Fé", "Habeas Corpus" e "Pela Ordem" são estampadas no tecido e, na lateral de cada modelo, uma etiqueta traz um QR Code que explica, por meio de uma animação, em vídeos de até 1 minuto, o que tal expressão quer dizer.

Feitas aqui com material de última qualidade, usando o mesmo distribuir de marcas como a Colcci, por exemplo, a ideia da marca surgiu quando Paula entrou na faculdade de Direito e notou que a comunidade jurídica só usava o "juridiquês" para se comunicar. Uma linguagem difícil de entender e que a população em geral não tem acesso.

QR Code traz o vídeo de animação com explicação dos termos. (Foto: Paulo Francis)QR Code traz o vídeo de animação com explicação dos termos. (Foto: Paulo Francis)

"Eu me lembro de comentar com a Mary sobre essa questão, e olha que eu fiquei só três anos no curso de Direito. Nós somos sócias no estúdio de Design e nos conhecemos na faculdade, então nossas ideias batem muito bem. Só que por algum motivo a vontade de fazer ficou por muito tempo adormecida", lembra Paula.

Foi Mary quem relembrou a amiga da antiga ideia. "Eu disse que hoje em dia é perfeitamente possível ter uma marca de camisetas de qualidade e que tenha alcance nacional com a internet", conta. Foi a partir desse comentário que elas se meteram a estudar a moda num âmbito mais prático, estudar modelagens, tecidos, serigrafia, acabamento.

Mary e Paula são amigas desde a faculdade, sócias no estúdio Polca de design e na Artigo 5.  (Foto: Paulo Francis)Mary e Paula são amigas desde a faculdade, sócias no estúdio Polca de design e na Artigo 5. (Foto: Paulo Francis)

O diferencial da Artigo 5 é que tudo é feito aqui, fato que demandou muito mais trabalho de pesquisa para encontrar o parceiro ideal, que pensasse da mesma forma que Mary e Paula. "Nós queríamos camiseta de qualidade, que não perdesse para nenhum modelo vendido nos shoppings, por exemplo. E aqui encontrávamos só locais que pensavam na quantidade, acostumados a fazer só uniformes e camisetas simples. Nosso foco era trabalhar um acabamento de qualidade, o tecido confortável", comentam.

Até que depois de muita pesquisa elas encontraram Reginaldo Folco, que assumiu a parte de serigrafia e confecção das peças. "É importante falar o nome dele porque é uma pessoa de coração bom como o nosso", pontua Mary.

Tanto as estampas quanto as animações são pensadas por elas. "Os vídeos foram a forma que encontramos pra descomplicar os termos. Quem nos ajudou a traduzir cada termo foi o advogado Eduardo Nascimento", dizem. Até o cheiro da marca e a voz que narra o texto dos vídeos foram estrategicamente pensados. "Precisávamos de uma voz suave e de fácil entendimento, então acionamos nosso colega Helton Perez, do Vaca Azul, para ser nosso narrador".

 

São 6 estampas disponíveis. (Foto: Acervo Pessoal)São 6 estampas disponíveis. (Foto: Acervo Pessoal)
Em dois modelos diferentes. (Foto: Acervo Pessoal)Em dois modelos diferentes. (Foto: Acervo Pessoal)
São duas cores disponíveis, branco e preto, o básico, para vestir a todo mundo. (Foto: Acervo Pessoal)São duas cores disponíveis, branco e preto, o básico, para vestir a todo mundo. (Foto: Acervo Pessoal)

Com vendas na loja online e física, no próprio estúdio de design das duas, o Polca, localizado próximo ao Shopping Campo Grande, cada peça sai a R$ 85,00.

"Estamos procurando ir até as feiras de artesanato, aos festivais, para ouvir o feedback do público. O bacana é que quem compra uma vez está voltando para pegar mais, então quer dizer que estão gostando", completa Mary.

A Artigo 5 recebe mais duas estampas a partir do próximo mês e estão trabalhando no Polca Casa, um projeto que cria artigos decorativos para o lar com inspiração regional. "Estamos finalizando o projeto Cantarolar, que nasceu por meio de um edital da Fundação de Cultura, de Economia Criativa. Trabalhamos as letras de Geraldo Espíndola em artigos para a casa. O resultado vai ser bacana".

Curta o Lado B no Facebook  e no Instagram



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.