A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Julho de 2019

05/04/2019 08:12

Para comer com a mão, pizzaria é homenagem sofisticada aos amigos

Localizada na Rua Miguel Damha, 500, a Trattoria serve a napolitana original em galeria do condomínio Damha

Danielle Valentim
Em 90 segundos, massa está assada. (Foto: Paulo Francis)Em 90 segundos, massa está assada. (Foto: Paulo Francis)

Depois de anos reunindo os amigos em casa para produções de receitas, o casal de dentistas Adriana Calles e José Antônio Bressani decidiu estender o amor pela cozinha à Amici Pizzaria e Trattoria. Aberto há quatro meses, a intenção do espaço é ser um pedaço da Itália em Campo Grande. Todas as pizzas têm o mesmo tamanho e a recomendação é que se coma com as mãos.

Num espaço sofisticado, com a assinatura do arquiteto e amigo da família Gil de Camillo, a pizzaria fica em galeria na frente do Residencial Damha, onde o casal mora há nove anos.

“Nós gostamos de cozinhar e receber os amigos. A gente sempre teve vontade de ter algo nesse sentido, mas imaginava isso um pouco mais a frente. O prédio foi comprado como investimento e no meio do caminho meu marido sugeriu que já abríssemos alguma coisa. Pensei com ele, a única coisa que não chega legal no condomínio é pizza. Mas pizza? Que pizza? Nós sempre fomos muito inovadores, então, no mesmo conceito que temos na clínica trouxemos para cá”, disse.

Bressani, Adriana e filhos na pizzaria. (Foto: Divulgação)Bressani, Adriana e filhos na pizzaria. (Foto: Divulgação)

Antes de, finalmente, abrir, Adriana e morido fizeram pesquisas de mercado, estudaram massas e começaram os testes de pizzas em casa. Para experimentar, os amigos sempre eram convidados. 

O casal de médicos Michella Rezende e Maurício Scannapecio fizeram parte desse processo. “É uma extensão da casa deles. É uma delícia e as crianças pedem para vir. Antes só comia pizza aos domingos, mas olha onde estou hoje? Na pizzaria em uma quinta-feira”, diz Michela.

Michella e Maurpicio, um dos casais amigos de Adriana e Bressani. (Foto: Paulo Francis)Michella e Maurpicio, um dos casais amigos de Adriana e Bressani. (Foto: Paulo Francis)
Cardápios conta com dezenas de opções. (Foto: Paulo Francis)Cardápios conta com dezenas de opções. (Foto: Paulo Francis)

A massa feita com a farinha Caputo 00, passa por 48 horas de fermentação natural, o que a torna mais leve. A pizza assa rapidinho no forno napoletano que pode chegar a uma temperatura média de 450°C.

A massa fina e de borda aerada, graças à fermentação, é aberta na mão, sem uso de rolo, além disso, são todas do tamanho original napoletana. As pizzas têm em média 220 gramas depois de recheadas. Outra característica da napoletana é o uso da mozzarela fresca.

O azeite disponibilizado nas mesas é da primeira prensa, considerado o mais nobre. Todos os insumos que não são frescos são importados da Itália, por exemplo, a salsa trufada, o funghi, friarielli (conserva de brócolis) e azeitonas. O tomate usado nos recheios é orgânico e colhido uma vez no ano em Napoli, na Itália.

Tanto o risotto..Tanto o risotto..
... quanto a pizza de funghi levam o nome da casa: Amici. (Foto: Paulo Francis)... quanto a pizza de funghi levam o nome da casa: Amici. (Foto: Paulo Francis)

Para quem não quer pizza, no cardápio também está o polpetone, outra receita de origem italiana, uma versão maior das almôndegas. Porém, o diferencial é que na Amici o polpetone é assado e é 100% filé mignon moído, recheado com mozzarela, tomate amassado e finalizado no fogão à lenha. Os pratos foram elaborados e levam a assinatura do chef Marcílio Galeano.

A pizza da casa se chama Amici e sai por R$ 62. Ela é recheada com os ingredientes nobres: funghi, porcini e a salsa trufada. A pizza mais barata é a Marinara, massa considerada obrigatória em todas as pizzarias napoletanas, por R$ 27 e recheada com molho de tomate e lascas de alho.

E claro, por R$ 30 dá para degustar a Margherita, que homenageia a rainha da Itália e exibe as cores da bandeira do país no recheio, com o tomate, mozzarela e o manjericão.

A ideia é lançar a cada dois meses dois pratos sazonais. Na semana que vem, entra o bacalhau, devido à Semana Santa. Além do petit gateau, a pizzaria serve calzones de nutella, morango ou bananada com queijo e paçoca. Tudo é produzido dentro da pizzaria.

A Amici aguarda o inverno para inaugurar a lareira que fica no andar de cima.

A pizzeria abre de terça à quinta-feira e domingo das 19h às 23h, nas sextas e nos sábados das 18h às 00h. A trattoria fica na Rua Mighel Damha, 500, Residencial Damha.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Entrada da Amici.  (Foto: Divulgação)Entrada da Amici. (Foto: Divulgação)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.