ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 25º

Diversão

Com foto de sanfona, Michel Teló emociona fãs ao lembrar da escola

Michel Teló lembrou também dos tempos do "Grupo Guri", banda formada na escola por adolescentes de 12 a 16 anos

Por Thailla Torres | 25/11/2020 08:00
Michel Teló publicou essa foto, segurando a sanfona, após show realizado no Colégio Dom Bosco. (Foto: Arquivo Pessoal)
Michel Teló publicou essa foto, segurando a sanfona, após show realizado no Colégio Dom Bosco. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Com vocês, o Grupo Guri!”

Foi assim que Michel Teló mexeu com a memória de fãs, especialmente campo-grandenses, na noite de ontem (25). O músico usou as redes sociais para publicar uma fotografia da adolescência segurando uma sanfona e falou dos tempos em  que a ‘gurizada’ gostava mesmo era de fazer show na instituição e em outros locais da cidade.

Em sua publicação que em poucos minutos rendeu centenas de comentários e compartilhamentos, o músico lembra que “Grupo Guri” era o nome da sua primeira banda.

“Foi aí que comecei minhas primeiras apresentações no colégio. Ao mesmo tempo, já colocamos na cabeça que também iríamos começar a tocar em bailes”, lembrou o músico na fotografia que aparece com uniforme do Colégio Dom Bosco e sua “sanfoninha na mão”.

“Nessa foto, estou eu e minha grande companheira: a minha sanfoninha, depois de uma apresentação. Tempo bom que não volta. Quanta alegria em ver essas fotos”, desabafou.

Michel ainda destaca que, na época, chegavam a curtir cinco horas de baile, “das 23h até às 4h, animadas por vários guris de 12 a 16 anos”. E acrescentou que foi nesse momento que realmente entendeu sua missão, a de “estar no palco profissionalmente para alegrar as pessoas”, completou.

O músico finalizou questionando seus seguidores se na época do colégio existia alguma bandinha, qual era o nome e se alguém fazia parte.

Nos comentários, muitos fãs lembraram mesmo de Teló no grupo Tradição e na extinta Padaria Espanhola, que ficava ao lado do Hotel Gaspar, e pertenceu a família do músico na década de 80 e 90, quando também arrendaram por um período o hotel, onde o Michel tocou pela primeira vez com um dos hóspedes a sanfona.

“Eu era professora no Colégio Dom Bosco quando você com 6 ou7 anos arrebentava cantando Galopeira, com uma roupinha branca”, lembrou Marina Miranda.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário