ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 27º

Diversão

Em festinha de 1 ano, família valoriza artesanato e parabéns é pela tela

Inspirado na animação “A vida é uma festa”, família celebrou aniversário e cantou parabéns por vídeo chamada

Por Alana Portela | 29/07/2021 06:25
Luna nos braços da mãe Mari Armôa e ao lado o pai Rodrigo Faleiros. (Foto: Mariana Jordão)
Luna nos braços da mãe Mari Armôa e ao lado o pai Rodrigo Faleiros. (Foto: Mariana Jordão)

Com temática mexicana, a pequena Luna completou um ano de vida e foram os convidados que apagaram a vela. “Montei latinhas, coloquei biscoitos personalizados, docinhos e uma vela para todos acenderam às 16h30, quando cantamos os parabéns”, conta a mãe, Mariléa Armôa.

Aos 37 anos, ela é mais conhecida por Mari, é publicitária e artesã e, por isso, resolveu cuidar de cada detalhe da festinha de aniversário da filha, que ocorreu no dia 24 de julho, em Campo Grande, inspirado na animação “A vida é uma festa”.

Decoração da festa tinha violinha, bolo personalizado e doces. (Foto: Mariana Jordão)
Decoração da festa tinha violinha, bolo personalizado e doces. (Foto: Mariana Jordão)

“Adoramos essa animação e achei que ia casar bem com a celebração da vida dela, pois a Luna nasceu no meio da pandemia e passou por algumas dificuldades após o nascimento”, lembra.

A história da família já foi contada no Lado B, no ano passado, quando a mãe pegou covid-19 durante a gestação e a filha teve que nascer às pressas.

De lá pra cá, muitas coisas aconteceram, mas devido à pandemia, poucas pessoas tiveram a oportunidade de conhecer a pequena. Apenas os avós maternos e paternos que estão imunizados costumam estar mais presencialmente. Já os pais, estão aproveitando cada momento desde o nascimento dos primeiros dentes as tentativas de andar da filha.

Luna tentando pegar a boneca de pano e pendurado está seu vestido amarelo. (Foto: Mariana Jordão)
Luna tentando pegar a boneca de pano e pendurado está seu vestido amarelo. (Foto: Mariana Jordão)

Os meses passaram e quando chegou junho, Mari começou a pensar em como a família iria celebrar o primeiro aniversário de Luna. Foi então que após escolher o tema, passou a cuidar dos preparativos, o qual boa parte foi produzido por artesãos.

“Desde 2015, trabalho com ilustrações e bonequinhos de madeira e faço questão de ter artesanato em tudo, até enquanto arrumava o quartinho dela prezei pelo artesanato, pois são feitos a mão. É algo trabalhoso e feito com carinho”.

No entanto, com a rotina do trabalho e maternidade, ela precisou encomendar vários trabalhos manuais para decorar a festa da filha. “Foi um mês organizando, porque depois que se tem filho, é tudo no tempo deles. Gosto muito de mexer com decoração, sempre fiz as festinhas das sobrinhas e ajudava as amigas, mas desta vez, comprei muitas coisas pela internet”, conta a mãe.

“A roupinha dela também é trabalho de uma artesã costureira daqui e fizemos uma boneca de pano”, comenta. Para que a festa tivesse um de seus trabalhos manuais, Mari montou um kit com latinhas e enviou para cada convidado.

Luna toda sorridente e feliz no colo do pai. (Foto: Mariana Jordão)
Luna toda sorridente e feliz no colo do pai. (Foto: Mariana Jordão)

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • “Aqueles que têm filhos, coloquei uma violinha com o nome assim como o personagem da animação tem. Meu esposo é músico, toca violão e a Luna ama, também temos um cachorro que amamos, assim como no desenho”.

    Por algumas horas, a sala da casa onde a família vive ganhou uma decoração colorida. Na mesa, uma toalha alaranjada com doces e o bolo, enquanto na parede azul, um varal colorido, flores e um chapéu tornava o espaço mais aconchegante.

    No dia, apenas os avós e a fotógrafa Mariana Jordão, que registrou o momento, puderam estar no local. No entanto, uma televisão foi ligada e por meio do vídeo chamada, os demais convidados participaram e interagiram com a aniversariante.

    O kit com lata e viola que foi o convite. (Foto: Mariana Jordão)
    O kit com lata e viola que foi o convite. (Foto: Mariana Jordão)

    No horário combinado, todos acenderam a vela enviada, cantaram parabéns e apagaram a chama, com desejo de que em 2022 possam participar novamente, mas de forma presencial.

    Luna ainda não fala, mas nem precisou dizer nada para expressar sua gratidão. Com tantas vozes e cores misturadas, foi difícil tirar o sorriso do rosto e a alegria contagiou a família durante a festa que durou duas horas, mas que todos vão lembrar pra sempre.

    Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

    A família em frente a televisão ligada, por onde a vídeo chamada foi transmitida. (Foto: Mariana Jordão)
    A família em frente a televisão ligada, por onde a vídeo chamada foi transmitida. (Foto: Mariana Jordão)


    Nos siga no Google Notícias
    Regras de comentário