A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

11/06/2018 07:40

Festa de Santo Antônio começa animada, com sabores e shows que vão até dia 13

A festa tradicional em Campo Grande é gratuita e é a chance de comer os pratos típicos de festa junina

Thailla Torres
Festa começou com animada com o Concurso de Quadrilhas. (Foto: Thailla Torres)Festa começou com animada com o Concurso de Quadrilhas. (Foto: Thailla Torres)

Começou neste domingo (10), o tradicional Arraial de Santo Antônio de Campo Grande. Em clima junino a festa continua até o dia 13 de junho com entrada gratuita. Todos os dias haverá shows, comidas típicas, quadrilha e diversão para toda a família.

O diferencial deste ano ficou por conta do Concurso de Quadrilhas, com grupos e companhias de dança que investiram no traje, temática e coreografia para levar a melhor no último dia da festa, quando será realizada a premiação. 

Quem abriu a apresentação foi o grupo Pé de Moleque do Centro de Múltiplas Referências e Convivência do Idoso Vovó Ziza, que em busca do título, resolveu homenagear a Copa do Mundo com o tema "O sonho de casamento em Moscou". Na dança, o grupo narrou a história de um homem que ao invés de sonhar com a noiva no dia do seu casamento, sonhou com a bola e o futebol na Rússia, país sede da Copa do Mundo. "Ocorre que depois de um tempo ele acorda e está no meio da quadrilha", explica a coreógrafa Sônia Rolon.

Teve grupo que homenageou o homem caipira. (Foto: Thailla Torres)Teve grupo que homenageou o homem caipira. (Foto: Thailla Torres)
Além de quadrilha com tema Zumbi de Palmares. (Foto: Thailla Torres)Além de quadrilha com tema "Zumbi de Palmares". (Foto: Thailla Torres)

Dez casais usaram trajes típicos inspirados na Rússia enfeitados com flores, fitas coloridas e bordados. Mercedes de Freitas, que se apresenta na festa há 10 anos, pela primeira vez, foi convidada para ser a noiva. "Fiquei radiante pelo convite. A festa está linda e a nossa quadrilha está preparada para vencer", acredita.

Na sequência a companhia de dança Sai de Baixo, de Jaraguari, fez uma apresentação com o tema "Zumbi de Palmares" em homenagem também a história e cultura da região de Furnas do Dionísio. Na coreografia, teve encenação de capoeira e a presença de um boneco gigante para representar Zumbi.

Quem encerrou a apresentação foram os meninos da quadrilha Pega Fogo com o tema "O amor dos Espantalhos da Fazenda São Miguel" que também capricharam na dança e no traje típico caipira. Neste ano, as três quadrilhas classificadas na final do concurso serão premiadas com R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil respectivamente.

A decoração continuou a mesma com bandeirinhas coloridas por todo arraial e a fogueira simbólica no centro da festa, embora mais iluminada. "Não é uma fogueira que podemos colocar fogo, mas neste ano resolvemos deixar mais iluminada e imponente para que o público admire e se divirta. Costumo chamar de fogueira contemporânea", diz Nilde Brum, secretária municipal de Cultura e Turismo.

A festa começou às 17h e nesse horário já havia público ansioso para conseguir um lugar estratégico para assistir aos shows. De Jaraguari, a 45 quilômetros de Campo Grande, Dgiomar Bernardes, de 32 anos, pegou a estrada para o curtir o show da dupla Mayck e Lyan na companhia da esposa Adriana Correa, de 28. "A gente gosta muito de festa junina e não dava pra faltar", resume na companhia de amigos que levaram até cadeira para aguardar o show.

Amigos vieram de Jaraguari para o Arraial. (Foto: Thailla Torres)Amigos vieram de Jaraguari para o Arraial. (Foto: Thailla Torres)
Dona Seres curtiu a festa com a netinha. (Foto: Thailla Torres)Dona Seres curtiu a festa com a netinha. (Foto: Thailla Torres)
Mercedes foi noiva pela primeira vez na quadrilha do Vovó Ziza. (Foto: Thailla Torres)Mercedes foi noiva pela primeira vez na quadrilha do Vovó Ziza. (Foto: Thailla Torres)

Dona Seres Almeida, de 59 anos, curtiu a festa com a neta de 2 anos. Com vestidinho de festa junina, a pequena curtiu pela segunda vez o arraial mais tradicional da cidade. "Sempre gostei muito e esse ano acho que está muito mais familiar", observa a avó.

Apesar de não ter lotado, quem foi neste domingo parece ter ficado satisfeito com as atrações e a diversão do parquinho. Geisa Alves, de 36 anos, foi pela primeira vez à festa com as filhas. "Só ouvia falar e neste ano decidi conhecer. As meninas adoraram, principalmente o parque", comenta. No espaço o ingresso para cada brinquedo custa R$ 5,00, exceto a pescaria que vai de R$ 10,00 a R$ 20,00.

Para quem não resiste aos quitutes juninos, prepare o bolso. Os preços não estão muito diferentes da edição passada em que muita gente achou "salgado" o valor da comida, principalmente, para quem decide curtir a festança em família.

Carreteiro e espetinho, por exemplo, custam R$ 10,00, o cachorro-quente sai entre R$ 5,00 e 7,00. Receitas de milho, como bolo, curau e pamonha variam de R$ 5,00 a R$ 6,00. Tem também caldos por R$ 5,00 e doces a partir R$ 4,00. As barracas também vendem acarajé, pipoca, churros, crepes e espetinhos.

Arroz carreteiro com ovo por R$ 10,00. Arroz carreteiro com ovo por R$ 10,00.
Porção de mini churros a R$ 6,00. (Foto: Thailla Torres)Porção de mini churros a R$ 6,00. (Foto: Thailla Torres)

O destaque é para o arroz nordestino a R$ 10,00 feito com bacon, calabresa, carne de sol, banana da terra, amendoim e cheiro verde. Outro prato que chamou atenção pelo nome foi o "Caldo da Sogra" feito com frango, calabresa, bacon, cheiro verde e pimenta dedo de moça, por R$ 5,00, para aquecer a noite. "O nome é só uma brincadeira", diz Leandro Delmondes, dono da receita na barraca da Associação dos Moradores do bairro Guanandi.

AtraçõesNesta segunda-feira é a vez Luiza & Maurilio e David & Guilherme subirem ao palco do arraial. Amanhã, terça-feira, quem anima o público é a dupla sertaneja, Guilherme & Santiago, Rodrigo & Thayane e ainda o Grupo Eco do Pantanal. Na quarta, a festa encerra com o show da nossa Perla paraguaia, além do Forró PVC e a cantora Bianca Bastos.

A entrada no Parque de Exposições Laucídio Coelho é gratuita, mas para quem for de carro, é possível estacionar tanto nas ruas laterais como nos estacionamentos particulares, que custam R$ 20,00 e o tempo de permanência é livre.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.