ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 24º

Diversão

Festival da Melhor Idade migra para internet com dança de salão

Casais acima de 60 anos que quiserem participar do festival podem enviar vídeos até 23 de novembro

Por Thailla Torres | 16/10/2020 08:33
Baile em Campo Grande realizado antes da pandemia (Foto: Kísie Ainoã)
Baile em Campo Grande realizado antes da pandemia (Foto: Kísie Ainoã)

Neste ano atípico, até o Festival da Melhor Idade de Mato Grosso do Sul será em formato on-line, com disputas na modalidade dança de salão, de 28 de outubro a 2 de dezembro.

O Festival substitui, excepcionalmente em 2020, os tradicionais Jogos da Melhor Idade, cancelados por serem direcionados a pessoas acima de 60 anos, um dos grupos mais suscetíveis às complicações do novo coronavírus.

Ainda que pela internet, o objetivo é incentivar a pessoa idosa à prática de atividade física como forma de melhoria da qualidade de vida e, consequentemente, fortalecimento do sistema imunológico.

Haverá participação de um casal por município nas disputas, mas amigos, colegas e familiares poderão assistir às danças, votar na melhor dupla e compartilhar vídeos.

A dança de salão foi escolhida pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) por ser uma modalidade que pode ser desenvolvida em casa, evitando aglomerações e a modalidade também faz parte dos jogos desde 2017.

Como participar – Conforme o regulamento, as disputas serão em casal. Cada cidade terá a participação de um, que fará sua apresentação em casa ou em local escolhido pela Prefeitura. As secretarias municipais de esporte ou assistência social, responsáveis pelas ações voltadas à terceira idade, deverão designar uma pessoa para acompanhar o casal participante e auxiliá-lo, seguindo protocolos rígidos de biossegurança.

Na primeira fase, será necessário enviar um vídeo da apresentação do casal, no estilo forró, até 23 de novembro. A apresentação deverá ter duração de três minutos. Para a escolha dos melhores vídeos, será utilizada votação popular, com o prazo de 24 horas, em enquete nas redes sociais da fundação.

Já a semifinal terá como ritmo a valsa e os casais estarão dispostos em dois grupos. As apresentações, com a mesma duração, serão ao vivo e disponibilizadas no canal oficial da Fundação no YouTube. Nesta fase, cada casal será avaliado por cinco membros do júri técnico (organização) e popular.

A final, com seis duplas, também será ao vivo e terá como gênero musical o chamamé. O formato de avaliação dos participantes será o mesmo da semifinal. O júri técnico, composto por especialistas em dança de salão, vai avaliar os quesitos ritmo, sincronismo, criatividade e expressão. Os três primeiros casais receberão troféu. Além disso, todos os participantes vão ganhar placa de homenagem.

O festival será lançado na segunda-feira (19) em reuniões virtuais. O primeiro encontro será às 9 horas e o segundo às 14 horas.

Confira abaixo o cronograma do Festival:

  • Inscrição: até 23 de outubro
  • Congresso técnico: 28 de outubro
  • Envio dos vídeos das danças da primeira fase: 6 de novembro
  • Primeira fase: 16 a 20 de novembro
  • Divulgação dos classificados à semifinal: 23 de novembro
  • Semifinal: 25 e 26 de novembro
  • Final: 2 de dezembro

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário