ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 28º

Diversão

‘Orando’ por tombamento, Tia Eva terá duas semanas de festa

Comunidade quilombola quer que a história e os patrimônios deixados por Tia Eva sejam mais valorizados

Por Aletheya Alves | 27/04/2024 07:35
Procissão integra cronograma da Festa de São Benedito. (Foto: Arquivo pessoal)
Procissão integra cronograma da Festa de São Benedito. (Foto: Arquivo pessoal)

Na comunidade quilombola Tia Eva, lutar para que os patrimônios deixados por sua fundadora sejam valorizados já se tornou tão tradicional quanto a Festa de São Benedito. Por isso, sem deixar nenhuma batalha para trás, os descendentes anunciaram duas semanas da festa que chega à sua 105ª edição enquanto as discussões pelo tombamento federal e inclusão do evento como patrimônio cultural imaterial continuam.

Tendo início no dia 10 de maio com a missa de abertura às 19h, a festa de São Benedito terá show de pagode com Daran Junior às 22h. Nos dias seguintes, haverá terço, torneio de futebol, queima de fogueira e procissão com encerramento no dia 19.

Presidente da Associação dos Descendentes de Tia Eva, Ronaldo Jeferson da Silva explica que a comunidade tem se envolvido para manter as atrações, fazer a limpeza do campo de futebol e realizar as manutenções na igreja e no salão.

Mas, além da alegria em poder manter a festa histórica, há também a preocupação com os bens que integram a comunidade. Exemplo disso é a igreja que leva o nome de São Benedito.

Igreja de São Benedito permanece fechada enquanto obras não começam. (Foto: Arquivo/Aletheya Alves)
Igreja de São Benedito permanece fechada enquanto obras não começam. (Foto: Arquivo/Aletheya Alves)
Ronaldo conta que todos os anos há um empenho coletivo para a festa ocorrer. (Foto: Arquivo pessoal)
Ronaldo conta que todos os anos há um empenho coletivo para a festa ocorrer. (Foto: Arquivo pessoal)

Sendo uma das igrejas mais antigas de Campo Grande, a construção costumava estar de portas abertas ao público. Mas, devido à falta de manutenção e não realização das reformas e restaurações previstas, o local continua fechado.

Ainda sem definições sobre quando as obras realizadas pelo Governo do Estado devem começar, a Igreja de São Benedito segue sem integrar plenamente sua festa. Por isso, todo o evento é realizado no salão de festas da comunidade.

Como divulgado pelo Lado B em março, os integrantes da comunidade têm se reunido com o Iphan/MS (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para colocar em prática o processo de tombamento constitucional da comunidade e incluir a festa como patrimônio.

Caso seja realizado, a esperança é de que o tombamento consiga atrair novos recursos que auxiliem na valorização das tradições e bens da comunidade Tia Eva.

Retornando ao assunto da festa, a celebração a São Benedito começa a ser planejada meses antes da data oficial, quando a comunidade se reúne para decidir sobre os detalhes da festividade e designar os responsáveis pela organização.

Sobre seu histórico, foi a partir da década de 1980 que a Associação dos Descendentes de Tia Eva começou a desempenhar um papel fundamental no planejamento e na execução da festa. Além de contribuir ativamente para a organização, a associação busca apoio junto às autoridades locais para enriquecer a celebração.

Confira a programação completa abaixo:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias