A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Janeiro de 2020

14/12/2019 07:25

Praça que homenageia cego que construiu prédios ganha feira cultural

Evento será no Cabreúva e homenageia “Ceguinho”, o nordestino que ficou conhecido pelo espírito empreendedor.

Thailla Torres
Praça que leva o nome de ceguinho ganha feira cultural com arte, música e gastronomia. (Foto: Arquivo/Marcos Ermínio)Praça que leva o nome de ceguinho ganha feira cultural com arte, música e gastronomia. (Foto: Arquivo/Marcos Ermínio)

A praça do bairro Cabreúva que leva o nome de Vergnaud Arnaldo de Alencar, mais conhecido como “Ceguinho”, o nordestino cego que ergueu diversos prédios na cidade, ganha programação especial neste sábado (14), das 16h às 22h. A entrada é gratuita. 

Ceguinho deixou 10 filhos, 26 netos e 20 bisnetos. Muitos deles atuam na linha de frente do empreendedorismo. Juntos, sentiram a necessidade de fazer o resgate histórico da memória de Ceguinho e utilizar o espaço público para uma feirinha de artes, artesanato, música, poesia, brincadeiras de crianças e gastronomia. Estão confirmados mais de 30 expositores de vários segmentos.

Quem foi Ceguinho? O primeiro construtor cego de Campo Grande ergueu paredes e garantia a maestria do trabalho com as mãos. Usava o tato e o instinto de sobrevivência nordestino para dar vida a sua fixação por grandezas, de fazer casas e edifícios com andares.

Nascido em Exu, no Estado de Pernambuco, trouxe para as bandas de cá o sobrenome da família de Luís Gonzaga, o Rei do Baião.

Ficou famoso pelo prédio “Balança mas não cai”, na antiga Y'Juca Pirama, atual Cândido Mariano, que tem mais de 55 anos de construção. Foi dono de loja móveis e eletrodomésticos, na Avenida Calógeras, nas proximidades da estação ferroviária de Campo Grande. Por ali era o trajeto natural de pessoas vindas do estado de São Paulo, do Paraguai, da Bolívia e do interior do Mato Grosso, principalmente das fazendas e estâncias do Pantanal. “Ali era um ponto estratégico de comércio para aqueles que viessem à cidade adquirirem seus utensílios e em busca de moradia”, lembra a neta Carol Alencar.

Ceguinho também ficou conhecido por ser um dos primeiros comerciantes a oferecer o sistema de crediário aos seus clientes, daí o nome de sua loja “A Crediária Mixta”. Muitos imigrantes e filhos de seus inquilinos puderam ter uma oportunidade de trabalhar junto aos seus diversos empreendimentos.

Na região onde se localiza a Praça Vergnaud Arnaldo de Alencar, ele não somente morou como construiu vários edifícios que continuam nas mãos da família. O espaço fica entre as ruas Vasconcelos Fernandes e Dr. Arlindo de Andrade, no bairro Cabreúva.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Praça Vergnaud Arnaldo de Alencar, entre as ruas Vasconcelos Fernandes e Dr. Arlindo de Andrade.Praça Vergnaud Arnaldo de Alencar, entre as ruas Vasconcelos Fernandes e Dr. Arlindo de Andrade.
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2020 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.