A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

10/09/2018 08:33

Rolê sincero reúne em brechó a galera dos discos, do som autoral e da moda

Com drink Lula Libre, arroz carreteiro e pipoca grátis, a proposta é receber bem os amigos

Thaís Pimenta
Este é o terceiro rolê que acontece no brechó Abalém, que fica no Monte Castelos. (Foto: Thaís Pimenta)Este é o terceiro rolê que acontece no brechó Abalém, que fica no Monte Castelos. (Foto: Thaís Pimenta)

Já é o terceiro evento realizado no prédio do Abalém Brechó e, mesmo sendo o que reuniu menos gente dentre todas as festas, ficou claro que se as casas de shows e baladas tem precisado resistir em Campo Grande, acontece na contramão desta fase ruim eventos menores, com entrada gratuita, realizados por locais que nada tem a ver com o ramo da noite, e que servem como opção à monotonia que ronda a cidade.

O evento no brechó tinha cerveja e o drink Lula Libre sendo vendidos a R$ 5,00 e carreteiro e pipoca de graça para a galera. "A intenção é movimentar o bairro, essa rua aqui, que fica muito sem movimento. Quero trazer gente que pouco sai do seu local para conhecer as peças, conhecer som autoral de qualidade e sem lucrar horrores em cima de ninguém, pelo contrário, cobrando o mínimo possível", explica Gabriela Abalém, de 23 anos. 

A iniciativa foi elogiada pelos convidados. "Ela é uma pessoa que faz acontecer. Não é fácil organizar, entrar em contato com todo mundo, mas ela consegue isso com uma facilidade tremenda. E isso daqui é muito bacana de ver. Eu tendo a oportunidade de vender meus discos, ela de vender suas roupas, e quem ganha é quem se dispõe a vir", diz Plínio Carlos.

Ney Abalém, o paizão de Gabriela, que ajudou tudo a tomar forma. (Foto: Thaís Pimenta)Ney Abalém, o paizão de Gabriela, que ajudou tudo a tomar forma. (Foto: Thaís Pimenta)

Quem se apresentou foi o músico Pedro Espíndola, o Boloro, da banda Os Alquimistas, e Elizeu, da Gobstopper, que tiveram a oportunidade de tocar suas músicas autorais.

"Esse é um rolê em que você consegue enxergar qual é a galera que está pela causa do underground e qual é a galera que está só no textão nas redes sociais. Estamos vendo um monte de casa fechar, o Holândes Voador, por exemplo, mas se você for refletir: quem é que paga os R$ 5,00 pra entrar lá e consome lá dentro? Pra um local funcionar ele precisa ter dinheiro rodando e se aqui, que é um rolê 0800, com quase tudo sendo dado pela Gabriela, você vê gente trazendo sua própria bebida, reclamando de pagar R$ 5,00 pela cerveja, é foda", desabafa o músico Pedro.

Venda e troca de discos aconteceu na área externa. (Foto: Thaís Pimenta)Venda e troca de discos aconteceu na área externa. (Foto: Thaís Pimenta)
Carreteiro era gratuito. (Foto: Thaís Pimenta)Carreteiro era gratuito. (Foto: Thaís Pimenta)

O Abalém está no Bairro Monte Castelo e abriu as portas em 19 de maio. Gabriela que mora na casa onde está o brechó desde à infância, pediu para seu pai, Ney Abalém, para realizar seu sonho no mesmo teto. "Ele foi incrível, me ajudou em tudo, topou na hora a ideia. Isso daqui era uma vontade que eu tinha há 5 anos e vero brechó ganhar forma foi ver um sonho se realizando", diz ela.

Junto de Ney, ela reformou toda a estrutura, pintou, fez as araras, os móveis foram restaurados, as charmosas luzes instaladas. "Muita gente fala que roupa de brechó é carregada de energia, mas eu trabalhando dentro desse ramo só pude refletir cada vez mais que a energia ruim está naquela roupa de marca, feita por gente que trabalha como escravo dentro das fábricas, peças descartáveis, caras, que não pagam o mínimo a quem a produz", reflete.

As peças disponibilizadas nas araras custam entre R$ 5,00 e R$ 20,00. A maioria são peças com uma pegadas mais feminina e retrô, mas também há opções masculinas e de acessórios. "Nesses 5 anos sonhando com o brechó, fui garimpando muita coisa".

A ideia é realizar eventos a cada dois meses no prédio do Abalém. O próximo rolê deve ser um Halloween, com direito a fantasias e drinks temáticos.

O brechó fica na Rua Pedro Celestino, 3113.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Araras de peças promocionais. (Foto: Thaís Pimenta)Araras de peças promocionais. (Foto: Thaís Pimenta)
Sapatos dispostos dentro do brechó. (Foto: Thaís Pimenta)Sapatos dispostos dentro do brechó. (Foto: Thaís Pimenta)
Elizeu da Gobstopper se apresentou no palco improvisado do Abalém. (Foto: Thaís Pimenta)Elizeu da Gobstopper se apresentou no palco improvisado do Abalém. (Foto: Thaís Pimenta)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.